Z1 Portal de Notícias
Site de notícias de indaiatuba e região.

Valinhos e Estiva Gerbi confirmam mortes por gripe H1N1; pacientes são idosos

6
Homens de 63 e 66 anos foram as primeiras vítimas fatais da doença nos dois municípios.

Valinhos (SP) e Estiva Gerbi (SP) confirmaram, na tarde desta quinta-feira (5), as primeiras mortes por gripe H1N1 nos municípios em 2018. Os dois pacientes eram idosos de 63 e 66 anos, respectivamente, e moravam na zona rural. No caso de Estiva Gerbi, a vacinação foi encerrada no dia 18 de junho e, segundo a Prefeitura, atingiu 100% do público-alvo, com aplicação de 2 mil doses.

De acordo com a Prefeitura de Valinhos, o paciente foi passar um final de semana em Paulínia quando começou a passar mal, se internou no hospital do município e morreu na unidade médica na quarta-feira (4).

O município tem quatro casos positivos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), que inclui doenças causadas por vários tipos de vírus, entre eles o da gripe. Outras oito notificações já foram descartadas.

Vacinação

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe continua em Valinhos. Segundo balanço da Secretaria da Saúde divulgado na quarta-feira, foram vacinadas no município 18.647 pessoas, o que corresponde a 77,30% do público-alvo, que é de 24.124. A campanha teve início no dia 23 de abril.

A vacina contra a gripe continua disponível nas unidades básicas de saúde de Valinhos, de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h, para as pessoas que fazem parte dos grupos de risco. Para se vacinar, é preciso apresentar a carteira de vacinação ou um documento de identidade.

Outras cidades

O número de mortes pelo vírus da gripe A H1N1 em Sumaré (SP) subiu para três este ano. Na quarta-feira, a Prefeitura confirmou que, até agora, sete pessoas contraíram a doença na cidade e há outros 27 casos sob investigação aguardando resultados de exames. Campinas (SP) também tem três óbitos em 2018.

Imagem:  Reprodução/TV Mirante

Com informações do G1

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.