Z1 Portal de Notícias
Site de notícias de indaiatuba e região.

Travesti é morta em SP e testemunhas falam em espancamento

Família e amigos afirmam que morte aconteceu após briga entre travestis na Zona Oeste. Polícia registra como morte suspeita.

14

Uma travesti morreu na tarde desta quinta-feira (16), na Santa Casa de Misericórdia, no Centro da cidade de São Paulo, segundo informou a Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP). Um policial civil, plantonista do hospital, foi à delegacia notificar a morte e informar um possível choque hemorrágico.

Ainda de acordo com a SSP, a Santa Casa não forneceu informações sobre o local do resgate nem sobre o estado da vítima quando chegou ao hospital. Por isso, a morte foi registrada como suspeita, no 77º Distrito Policial.

Irmão e amigos da vítima, Alana Ferreira, de 34 anos, ela teria sido morta a pauladas e facadas por outras travestis, após uma discussão na Barra Funda, Zona Oeste da capital paulista. O crime teria acontecido na Rua Moisés Kauffman.

O DP teria pedido ao hospital o prontuário médico da vítima, mas foi atendido. “Como não teve a solicitação atendida, registrou o fato com a devida natureza [morte suspeita]”. Procurada, a Santa Casa não comentou o caso até a publicação desta reportagem.

Com informações do G1

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

UA-132776669-1