Z1 Portal de Notícias
Site de notícias de indaiatuba e região.

Transtorno desafiador e de oposição na infância; você sabe o que é?

8

Por Jane Rezende – Na infância temos comumente o comportamento de birras inicialmente e posteriormente com o desenvolvimento da criança a desobediência.

Isto normalmente acontece porque a criança não sabe lidar com frustrações e limites.

Quando esses comportamentos se tornam exagerados e de difícil controle podemos estar diante de um quadro denominado de transtorno desafiador e de Oposição.

Os pais devem ficar em alerta nesses comportamentos agressivos, persistentes onde a criança sai do limite de forma exagerada, afim de evitar prejuízos psicológicos, pessoais e sociais para a criança ou adolescente.

Chamamos de TDO ao comportamento caracterizado por desobediência e comportamento desafiador da criança a qualquer situação ou pessoa constantemente.

Não confundir com a fase normal de birras e de teimosias que são constantes na infância, já que a criança não lida bem com a frustração no início da vida.

É necessário a ajuda de seu pediatra principalmente para esse diagnóstico.

Geralmente a característica é: agressividade importante quando a criança sente-se tolhida ou frustrada, resistem a seguir regras e respeitar autoridades, debatem sempre com argumento quando já falam e conseguem uma linha de raciocínio ou é adolescente, responsabilizam sempre o outro por suas atitudes, acomete a idade pré escolar podendo ir até a adolescência.

 

As consequências desse quadro pode prejudicar a criança como:

  • Dificuldade de relacionamento e de convivência com amigos que se afastam devido a agressividade.
  • Atraso no desenvolvimento cognitivo(aprendizado), por a criança ter dificuldade de pedir auxilio aos pais e professores
  • Desenvolvimento de transtornos e de conduta na adolescência sendo fator de risco para o uso de drogas.

Quadro clinico comportamental

– Ataques de raiva;

– Frequentes discussões com autoridades, como pais e professores, e colegas;

– Atitude vingativa;

– Comportamento hostil;

– Agressividade;

– Recusa em aceitar e seguir regras;

– Negativismo.

Fatores que causam esse quadro hoje pesquisa-se se há fatores genéticos, e sabidamente o  fator que mais desencadeia este quadro é o ambiental como familiar onde há perda de pais, ambiente onde há muitas brigas,  criança se sentir abandonada mesmo com pais presentes, pais ausentes por qualquer que seja o motivo, bulling, etc…

Geralmente TOD pode estar relacionado a defícit de atenção e Hiperatividade.

O tratamento melhor é a prevenção quando as necessidades de atenção, carinho e segurança são passados para criança mesmo quando os pais impõem limites. O chamado limite com amor, garantindo uma infância saudável emocionalmente.

Estabelecido o quadro acompanhamento psicológico para a criança e o sistema familiar com técnicas que modifiquem o comportamento através de reforço positivo.

Acompanhamento multidisciplinar com neurologista, pediatra, pais, professores e muitas vezes psiquiatras pois em alguns momentos pode precisar do uso de medicações.

Pais lembrem-se que o equilíbrio comportamental de seu filho inicia-se desde a tenra infância onde amor caminha lado a lado com o limite e congruência comportamental de todos os cuidadores da criança.

Imagem de capa: Reprodução

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.