Z1 Portal de Notícias
Site de notícias de indaiatuba e região.

Tatuí: Menino que morreu atropelado por caminhão teria tentado pegar pipa enroscada no veículo, diz amigo da família

4
Willian Gabriel Oliveira de Morais, de 9 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Motorista do caminhão, que levava cana-de-açúcar, não foi localizado. Acidente foi em avenida de Tatuí.

O amigo da família do menino de 9 anos Willian Gabriel Olivieira de Morais, que morreu após ser atropelado por um caminhão com cana-de-açúcar em Tatuí (SP), afirmou em entrevista à TV TEM que o irmão mais novo da vítima apareceu chorando e contou que Willian tinha morrido ao tentar pegar uma pipa enroscada no caminhão.

O acidente foi registrado no final da tarde de sábado (7) na avenida Teófilo de Andrade Gama, no Jardim Rosa Garcia. A crainça não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

“Eu estava jogando bola com meus amigos na rua e o irmão mais novo, que tem 7 anos, subiu a rua chorando falando que o irmão dele tinha morrido porque um caminhão tinha passado por cima dele”, afirma Lucas Josué.

Ainda segundo o morador, a criança contou que a pipa do irmão teria se enroscado no caminhão e ele teria ido buscar, quando se desequilibrou, caiu e foi atropelado.

“O irmão mais novo falou que uma pipa ficou presa no caminhão e que Willian disse que ia pegar. Aí o mais novo me contou que chegou a avisar para não ir que ia acontecer um acidente. Ele relatou que o menino não ouviu, foi pegar a pipa, mas caiu e o caminhão passou por cima. Eu acredito que o motorista nem deve ter visto porque era um treminhão e a pipa ficou enroscada em uma das partes”, diz.

Investigação

Testemunhas também disseram para a reportagem da TV TEM que o menino teria pegado rabeira no caminhão e, por isso, caiu do veículo e acabou sendo atropelado.

De acordo com a Polícia Civil, o motorista não estava no local quando a Polícia Militar chegou e moradores acreditam que ele não tenha percebido o acidente.

O caso foi registrado na delegacia como homicídio culposo, quando não há intenção de matar. Contudo, um inquérito policial será instaurado para investigar as causas do atropelamento.

Imagem: Beatriz Buosi/TV TEM

Com informações do G1

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.