Z1 Portal de Notícias
Site de notícias de indaiatuba e região.

Sob menos pressão que Neymar, Mbappé explode na Copa e vira sombra

8

Ele não era nem nascido quando a França ganhou sua única Copa do Mundo em 1998. Com 19 anos e meio, é o jogador mais jovem entre os que ainda estão atuando na Copa da Rússia. Ainda assim, Kylian Mbappé passa longe de atuar como uma criança. Pelo contrário. Mostrou ser gente grande na vitória por 4 a 3 contra a Argentina, no último sábado, em Kazan, pelas oitavas de final da Copa do Mundo.

Além da arrancada absurda que resultou no pênalti sofrido e o primeiro gol francês, ele marcou o terceiro e o quarto gols e foi eleito o melhor jogador da partida. Porém, mais do que isso, o que Mbappé mostrou foi atitude competitiva, não a busca por um protagonismo estéril. Pelo menos na Copa, não é de ficar reclamando com arbitragem ou rolando no chão -como ocorreu com o colega Neymar, do PSG, nos dois primeiros jogos de Mundial. Joga com leveza, velocidade e decisão.

Tudo sobre a Copa do Mundo da Rússia.

As comparações com Neymar vão se tornando inevitáveis. O brasileiro também explodiu muito cedo e logo passou a ser visto como sucessor de Cristiano Ronaldo e Messi. Os dois chegaram juntos ao PSG, um ano atrás, e Mbappé deveria ser “o Neymar do Messi”, ou seja, o número dois, o coadjuvante.

Hoje, a impressão é de que Mbappé já está se transformando no rival direto de Neymar para tomar o trono, que é dividido por Messi e Cristiano Ronaldo desde 2008. Essa avaliação sobre o jovem atacante francês vale por bola e atitude.

“Kylian tem muita qualidade, como Ronaldo (Fenômeno) tinha. É técnico, rápido, tem gol, definição. Tem todo o talento para fazer uma carreira como a dele. Falta muito, mas tem o talento necessário”, analisou o astro Paul Pogba, quando questionado pelo UOL Esporte sobre as semelhanças entre Mbappé e o Ronaldo Fenômeno.

Ao longo da temporada, Mbappé teve momentos de protagonismo no PSG. Ele é francês, é da casa, e Neymar não faz questão alguma de esconder seu pouco amor por Paris. Mas nem tudo é uma maravilha no PSG para o jovem, pois Mbappé tem fama de marrento, de não aceitar críticas e já fez até “greve” com a imprensa.

Na Copa do Mundo, porém, enquanto o brasileiro apareceu pouco até agora e foi mais criticado pelas constantes simulações e exageros, Mbappé já chega a três gols em quatro jogos.

Outra diferença entre os dois companheiros de PSG no torneio na Rússia é o status dentro do próprio time. Neymar carrega a pressão de ser “o cara”, de decidir a favor do Brasil, e chama atenção por atitudes fora do campo, como as trocas de corte de cabelo. Já Mbappé chegou à Copa sem essa responsabilidade, que na teoria pertence a colegas como Antoine Griezmann (ex-finalista do prêmio da Fifa de melhor do mundo) e Pogba (um dos jogadores mais caros do mundo).

“É extraordinário, ele joga como se tivesse 25 anos, mas tem só 19. É impressionante jogar com ele, treinar com ele, é fenomenal”, disse Matuidi, atualmente na Juventus. “É muito jovem, tem muito futuro pela frente e, se seguir por este caminho, pode chegar a ser um dos melhores do mundo, sem dúvida”, falou o lateral Lucas Hernández.

Mbappé já começa a ser visto como “adulto” fora de campo também, ficando longe da imagem de “menino mimado” que cola em Neymar. Em fevereiro, o jogador de ascendência camaronesa e argelina foi chamado pelo presidente francês, Emmanuel Macron, e pelo presidente da Libéria, o ex-jogador George Weah, para discutir o futuro do futebol na África.

“Se eu puder usar minha fama para ajudar o esporte africano, será um grande prazer”, disse, na época, Mbappé, aos 19 anos recém-completados. Com informações da Folhapress e Notícias Ao Minuto.

Imagem de capa:Reuters

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.