Z1 Portal de Notícias
Site de notícias de indaiatuba e região.

Se comunicar é valorizar nossa existência

“Quem não se comunica, se trumbica!”. Palavras eternizadas por um grande personagem e comunicador de um passado ressente, Chacrinha.

185

A palavra “comunicação”, “teoricamente”, ou seja, “por si só”, nos dá a total certeza de que sabemos realmente o que é. Porém, o que constantemente presenciamos em nosso cotidiano é exatamente o contrário. Bom, basicamente o significado de comunicação é o processo de troca de uma informação, onde existam, no mínimo, quem envia a mensagem e quem recebe a mensagem. Mas, entender seu significado não é o suficiente, se não conseguirmos aplicá-lo.

“Quem não se comunica, se trumbica!”. Palavras eternizadas por um grande personagem e comunicador de um passado ressente, Chacrinha, o Velho Guerreiro, que foi apresentador num programa de TV.

Não há como negar que a Comunicação, neste novo mundo em que vivemos, mais do que nunca passa a ser um dos principais fatores para se alcançar o sucesso e isto independente de qual seja a área ou seguimento da nossa vida, do sucesso de um projeto ao de todas as nossas ações, tanto aquelas que envolve nossa razão quanto as que envolve nossas emoções. O fato é que ainda possuímos muitas dificuldades em nos comunicar e daí tantos entraves em nossas vidas.

Para muitos de nós, os mais experientes, a famosa frase do Chacrinha não chega a ser uma grande novidade, mas mesmo para os mais novos, que não tiveram a chance de assistir os programas do Velho Guerreiro, o conceito não deve soar totalmente estranho. E por quê? Porque a própria frase já é a prova da importância da comunicação, seja ela aplicada aos relacionamentos interpessoais, projetos pessoais ou ao mundo dos negócios. O fato, é que em seu legado Chacrinha nos alertou para a importância de saber se expressar e comunicar, e como fazer isso bem feito pode abrir grandes oportunidades para nós. “… se trumbica”.

E sim, realmente quem consegue se EXPRESSAR e se COMUNICAR BEM, consegue fazer com que os outros o entenda com melhor exatidão e consigam atende-lo segundo o que precisa. Nada pior do que quando estamos tentando dizer “A” e fulano entende “C”, ou seja, é praticamente impossível dialogar assim. É dessa forma, nos expressando e comunicando bem, que minimizamos ou evitamos as más interpretações.

Em qualquer relacionamento, incluindo o amoroso, a comunicação é essencial. “Quem não se comunica, se trumbica” de verdade! Não tem saída, não tem paliativos.

Por um lado, talvez nunca dissemos de tanto e de tantas formas o que pensamos e sentimos. Até o nosso silêncio por muitas vezes tem sido nossa forma de comunicação. Uma outra maneira tem sido a agressão, da física a verbal. Mas isto tem sido o suficiente? Suficiente o necessário para não se “trumbicar”? Parafraseando o Chacrinha…

Há, importante lembrar que internet e celulares encurtaram distâncias para a comunicação! Porém e infelizmente, mesmo com estes tantos recursos tecnológicos e facilitadores criamos, contudo, conversas e diálogos que não exprimem com clareza o que queremos e pelo contrário, criam confusões, brigas, discussões e mágoas por tudo o quanto é lado.

Vamos parar… ser sóbrios e entender que: SE COMUNICAR É DAR VIDA A NOSSA EXISTÊNCIA, É DAR VOZ AOS NOSSOS SENTIMENTOS E PENSAMENTOS! Portanto, tal feito e de tamanha importância não pode ser realizado de qualquer maneira e de maneiras impensadas. Se não me comunico logo não existo, se não me comunico as feridas da alma não podem ser curadas. Se não me comunico diminui significativamente as possibilidades de sucesso nas diversas áreas da vida.

“Confessem suas faltas (problemas, erros, dificuldades) uns aos outros e orem uns pelos outros, a fim de que vocês possam ser curados…” Tiago 5.16 – Sagradas Escrituras.

Como pastor fico pensando que interessante as pessoas necessitarem de um interprete para se entenderem, quando poderiam deixar de lado suas vaidades, ego e orgulho podendo se entenderem entre si e realizar os acertos que forem necessários. Que triste os bloqueios que de imediato são impostos impedindo todo tipo de comunicação e interpretação.

“Cuidem uns dos outros, para que nenhum de vocês deixe de alcançar as melhores bênçãos de Deus. Vigiem para que nenhuma amargura crie raiz em você, pois quando ela brota, causa profunda perturbação, prejudicando muitos na sua vida espiritual.” – Livro de Hebreus capítulo 12 no versículo 15.

“O alicerce para uma comunicação com excelência é um ambiente de amor e aceitação onde as pessoas sentem liberdade para serem abertas, honestas e transparentes. As pessoas se entendem, compreendendo os corações umas das outras. Boa comunicação é a clara e simples, na hora certa.” David Kornfield

Importante compreendermos que relacionamentos sólidos e conquistas sólidas implicam em poder resistir a golpes de mal-entendidos, conflitos e dias ruins. Precisamos aprender a abrir nossos corações e procurar ouvir o coração do outro, especialmente quando houver conflitos ou muita emoção. Lembre-se: Quem não se comunica…

Infelizmente, em nossos dias, a vida é quase sempre assim: Mudam os personagens e os temas, porém, os resultados alcançados são sempre os mesmos – DESENTENDIMENTOS. Quer sejam no lar, no ambiente de trabalho, no futebol, no encontro entre amigos e por aí em diante. Nossas conversas passam a ser ruídos, barulhos, sons totalmente desafinados e ruis de se escutar. Sem afinação dos sentidos e propósitos certamente a confusão está formada mesmo antes de se iniciar.

Percebo nos diálogos que hoje criamos, raras vezes criam atmosfera ou ambiente de aconchego e acolhimento para quem fala e para quem escuta. Já estamos armados ou ficamos totalmente defendidos. Por vezes, assustados, ariscos ou agressivos. Pouco se cria a partir de um diálogo nessas bases. Uma comunicação totalmente improdutiva!

Uma comunicação que a partir destes moldes vai gerando somente mais problemas que soluções. Propensa para a instalação de um mal-estar geral, solidão e inimizades. Interessante, pensamos que nos comunicamos bem, porém, estamos sempre nos “trumbicando” por aí e sem entender o porquê.

Verdade é que uma comunicação eficaz é feita de crescimento, maturidade, ou como diriam, de pedaços de vida. É feita de amor, de sensibilidade, inteireza e dignidade. É feita de verdades, compreensão e compaixão. Sem dúvida alguma requer treino e empenho como praticamente tudo na vida. É feita com boa vontade que estabeleça uma forma compreensível e sadia. Novamente, amadurecer como ser humano é o caminho.

De nada adianta o isolamento, de nada adianta aprisionar o coração num cativeiro tendo como companhia a mágoa e o ressentimento, o medo e os complexos. Se comunicar, se expressar é a chave para a liberdade. Desenvoltura ou uma coragem desenvolvida e associada a uma boa auto estima e novamente a maturidade pode ser fonte geradora de boas conversas muito saborosas e construtivas, fonte acertos relevantes e históricos.

“Quem não se comunica, se trumbica!” Ou seja, quem não se comunica sempre vai se dar mal!

Imagens: reprodução

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

UA-132776669-1