Z1 Portal de Notícias
Site de notícias de indaiatuba e região.

RMC gera 4,7 mil empregos no 3º trimestre e alimentador de linha de produção lidera lista, diz Seade

Dados levam em conta as informações divulgadas pelo Cadastro Geral de Empregado e Desempregados (Caged).

13

Pesquisa divulgada nesta terça-feira (4) pela Fundação Seade aponta a geração de 4.773 postos de trabalho na Região Metropolitana de Campinas (RMC) no terceiro trimestre de 2018. Os dados levam em consideração o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego.

Cinco profissões com mais vagas

Dentre as vagas criadas, 996 foram para a função de ‘linha de produção’. Outras 481 para auxiliar de escritório e 468 para servente de obras. A quarta função com mais vagas é faxineiro, com 370 oportunidades.

O levantamento aponta que foram criadas 364 vagas para motorista de caminhão (rotas regionais e internacionais).

Ocupações com mais contratações no 3º trimestre

Admissões Profissões
996 Alimentador de linha de produção
481 Auxiliar de escritório
468 Servente de obras
370 Faxineiro
364 Motorista de caminhão (rotas regionais e internacionais)

As cinco profissões com mais dispensas

A Seade também detectou as cinco profissões com mais desligamentos no mesmo período. Foram 393 desligamentos para operador de telemarketing ativo e receptivo, 224 para caldeireiro (chapas de ferro e aço).

As empresas dispensaram no período 189 cobradores de transporte coletivo (exceto trem) e 167 operadores de máquinas-ferramenta convencionais. Cento e sessenta supervisores administrativos foram demitidos, segundo a Seade.

Profissões com mais demissões no 3º trimestre

Desligamentos Profissão
-393 Operador de Telemarketing
-224 Caldeireiro (chapa de ferro e aço)
-189 Cobrador de transportes coletivos
-167 Operador de máquinas-ferramenta convencionais
-160 Supervisor administrativo

Região Administrativa de Campinas

A Seade também analisou os dados de empregos gerados e desligamentos na Região Administrativa de Campinas, que compreende um número maior de municípios.

Neste perfil, foram gerados 14.466 empregos no terceiro trimestre.

As cinco ocupações com saldos positivos são: alimentador de linha de produção (3.180 vagas), trabalhador no cultivo de árvores frutíferas (1.997 vagas), trabalhador volante da agricultura ( 1.574 vagas), auxiliar de escritório (907 vagas) e servente de obras (788 vagas).

As cinco ocupações com mais dispensas são: trabalhador agropecuário em geral (-709 vagas), trabalhador da cultura de café ) -602 vagas), operador de telemarketing ativo e receptivo ( -350 vagas), trabalhador da cultura de cana-de-açúcar (-350 vagas) e supervisor administrativo (-280 vagas).

A Região Administrativa de Campinas é formada pelas seguintes cidades: Aguaí, Águas da Prata, Águas de Lindóia, Águas de São Pedro, Americana, Amparo, Analândia, Araras, Artur Nogueira, Atibaia, Bom Jesus dos Perdões, Bragança Paulista, Brotas, Cabreúva, Caconde, Campinas, Campo Limpo Paulista, Capivari, Casa Branca, Charqueada, Conchal, Cordeirópolis, Corumbataí, Cosmópolis, Divinolândia, Elias Fausto, Engenheiro Coelho, Espírito Santo do Pinhal, Estiva Gerbi, Holambra, Hortolândia, Indaiatuba, Ipeúna, Iracemápolis, Itapira, Itatiba, Itirapina, Itobi, Itupeva, Jaguariúna, Jarinu, Joanópolis, Jundiaí, Leme, Limeira, Lindóia, Louveira, Mococa, Mogi Guaçu, Moji Mirim, Mombuca, Monte Alegre do Sul, Monte Mor, Morungaba, Nazaré Paulista, Nova Odessa, Paulínia, Pedra Bela, Pedreira, Pinhalzinho, Piracaia, Piracicaba, Pirassununga, Rafard, Rio Claro, Rio das Pedras, Saltinho, Santa Bárbara d”Oeste, Santa Cruz da Conceição, Santa Cruz das Palmeiras, Santa Gertrudes, Santa Maria da Serra, Santo Antonio de Posse, Santo Antonio do Jardim, São João da Boa Vista, São José do Rio Pardo, São Pedro, São Sebastião da Grama, Serra Negra, Socorro, Sumaré, Tambaú, Tapiratiba, Torrinha, Tuiuti, Valinhos, Vargem, Vargem Grande do Sul, Várzea Paulista e Vinhedo.

72 mil postos no estado

O levantamento da Fundação Seade aponta que foram gerados no terceiro trimestre 72.025 postos de trabalho no 3º trimestre de 2018. Com informações do G1

Imagem:reprodução

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.