Z1 Portal de Notícias
Site de notícias de indaiatuba e região.

Presidente da Fifa quer 48 seleções para a Copa do Mundo do Qatar

11
“É possível, por que não? Veremos se será possível”, declarou Gianni Infantino.

Os planos de expansão da Copa do Mundo seguem na pauta da Fifa já para a edição de 2022, no Qatar. Pelo menos esta foi a ideia exposta novamente pelo presidente Gianni Infantino, durante evento de inauguração da nova sede da AFC (Confederação Asiática de Futebol), ocorrido nesta quarta-feira (31), na Malásia.

“É possível, por que não? Veremos se será possível. Vamos discutir isso com nossos amigos do Qatar”, declarou Infantino.

A expansão da Copa do Mundo para 48 times é garantida para a edição de 2026 no Canadá, Estados Unidos e México. Entretanto, o presidente da Fifa quer acelerar a mudança já para a próxima edição do torneio mais importante do calendário do futebol mundial.

“Estamos discutindo com outros amigos da região e esperamos que isso possa acontecer. Se não, pelo menos tentaremos. Temos que tentar porque sempre precisamos tentar as coisas da melhor forma”, acrescentou o presidente, que já manifestara anteriormente o desejo aos organizadores do torneio no Qatar.

A última expansão da Copa do Mundo ocorreu em 1998, quando a competição passou a contar com 32 seleções. Foram seis edições com o atual formato de oito grupos com quatro equipes cada um.

Com 48 times, a Copa do Mundo dividiria as seleções em 16 grupos com três equipes cada um. Este formato impede que as vagas ao mata-mata sejam definidas na última rodada em jogos simultâneos, devido ao número ímpar de seleções em cada chave. A própria Fifa reconhece o problema. Com informações da Folhapress.

Imagem: Reprodução

Com informações do Notícias ao Minuto

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.