Z1 Portal de Notícias
Site de notícias de indaiatuba e região.

Por que o Crossfit não é uma tendência

47

Por Matheus Tocachelo – No mundo fitness entra ano sai ano, sempre aparece algum sistema de treinamento que entra em bastante evidência, e após algum tempo vai perdendo adeptos e diminuindo a grande exposição, alguns exemplos é o jump, fight, steep, danças, entre outros, (lembrando que o intuito não é criticar e nem ser radical influenciando a prática de alguma atividade, e sim explicar a diferença entre às atividades)  que quando lançados apareceram no mercado fitness com muita força, e hoje quase não são praticados ou não existem mais.

A explicação simples para isso é o ajuste da carga ( carga nesse caso não necessariamente deve ser só peso quilos gramas, mais sim velocidade, distância, tensão de elásticos, angulação, séries, repetições) que com a evolução do aluno, combinado à individualidade biológica, tempo de prática sempre deve ser ajustada acompanhando a evolução, fazendo com que sempre o exercício físico permaneça em uma zona não de conforto para o praticante.

Fora isso constante avaliações devem ser realizadas para identificar esses ajustes e evitar lesões, lembrando que antes de começar qualquer atividade física, procurar um médico para saber se você está apto para praticar, e buscar a orientação de um professor de educação física.

Imagens: reprodução

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

UA-132776669-1