Z1 Portal de Notícias
Site de notícias de indaiatuba e região.

Nº de apreensões de drogas com visitantes aumenta 600% em unidades prisionais da região

Dados da Secretaria de Administração Penitenciária mostram que 88 pessoas foram flagradas em 2018, contra 12 em 2017. Envio de entorpecentes por correspondência também cresceu.

32

O número de apreensões de drogas com visitantes em unidades prisionais da região de Campinas (SP) aumentou 600%, segundo dados da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP). Foram 88 flagrantes em 2018, contra 12 no ano anterior. No mesmo período, a pasta também registrou crescimento nas tentativas de entrega de entorpecentes para detentos via correspondência: 488%.

As unidades com o maior número de flagrantes de visitantes com drogas foram os Centros de Detenção Provisória (CDP) de Campinas e Americana (SP), e a Penitenciária 2 de Hortolândia (SP). Já o CDP de Hortolândia foi o “campeão” em apreensões em correspondências: 16.

Apreensões de drogas com visitantes

Unidade 2017 2018
CDP Americana 0 22
CDP Campinas 4 25
CDP Hortolândia 3 13
CPP Campinas 0 1
CPP Hortolândia 0 0
CRM Sumaré 0 0
Penitenciária Feminina de Campinas 1 1
Penitenciária II de Hortolândia 2 18
Penitenciária III de Hortolândia 2 8
Total 12 88

Apreensões de drogas em correspondências

Unidade 2017 2018
CDP Americana 0 15
CDP Campinas 0 9
CDP Hortolândia 8 16
CPP Campinas 0 0
CPP Hortolândia 1 0
CRM Sumaré 0 0
Penitenciária Feminina de Campinas 0 0
Penitenciária II de Hortolândia 0 6
Penitenciária III de Hortolândia 0 7
Total 9 53

O relatório mostra ainda que com o aumento de flagrantes com visitantes e em correspondências, houve redução de apreensões de drogas no interior das mesmas unidades prisionais (queda de 24,7%) e dentro das celas (22,3%).

Microcelular estava escondido em pote de creme hidratante que estava com uma senhora de 79 anos, em dezembro de 2018 — Foto: Divulgação/SAP

Microcelular estava escondido em pote de creme hidratante que estava com uma senhora de 79 anos, em dezembro de 2018 — Foto: Divulgação/SAP

Celulares

Em relação aos celulares, os dados apresentam queda de 78,9% nas apreensões de aparelhos com visitantes – de 19 em 2017, para 4 no ano passado. Houve também diminuição de 2% no total de celulares apreendidos dentro das unidades e nas celas.

Dentro das celas (2018)

  • CDP Americana: 9
  • CDP Campinas: 0
  • CDP Hortolândia: 2
  • CPP Campinas: 374
  • CPP Hortolândia: 32
  • CRM Sumaré: 3
  • Penitenciária Feminina de Campinas: 0
  • Penitenciária II de Hortolândia: 12
  • Penitenciária III de Hortolândia: 3

Dentro da unidade, fora das celas (2018)

  • CDP Americana: 7
  • CDP Campinas: 2
  • CDP Hortolândia: 0
  • CPP Campinas: 159
  • CPP Hortolândia: 252
  • CRM Sumaré: 0
  • Penitenciária Feminina de Campinas: 0
  • Penitenciária II de Hortolândia: 8
  • Penitenciária III de Hortolândia: 2

Segundo a SAP, não houve apreensões de armas de fogo, projéteis ou simulacros em 2017 e 2018 nas unidades da região de Campinas.

A pasta destaca ainda que todos os presos surpreendidos com drogas ou celulares respondem criminalmente, além de sofrerem sanções disciplinares.

“Visitas flagradas tentando adentrar com objetos ilícitos em unidades prisionais, são automaticamente retiradas do Rol de visita e sofrem as medidas penais cabíveis. Agentes públicos que também sejam flagrados são demitidos a bem do serviço público, além de serem processados criminalmente”, informa, em nota.

Scanner corporal instalado em Penitenciária — Foto: Ronaldo Oliveira/EPTV

Scanner corporal instalado em Penitenciária — Foto: Ronaldo Oliveira/EPTV

Raio-X e scanner corporal

Segundo a Secretaria de Administração Penitenciária, todas as unidades prisionais do Estado de São Paulo estão equipadas com aparelhos de raio-X, além de detectores de metal, além de “body scanners” nos Centros de Detenção Provisória, Penitenciárias e Centros de Progressão Penitenciária.

“Com esses aparelhos, é possível realizar as revistas em visitantes a partir das imagens geradas pelo equipamento, identificando possíveis ilícitos como drogas e celulares de maneira rápida e eficiente”, completa a nota. Com informações do G1

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

UA-132776669-1