Z1 Portal de Notícias
Site de notícias de indaiatuba e região.

Nadal mantém invencibilidade contra Federer em Roland Garros e avança à final pela 12ª vez

Tenista espanhol domina rival e faz 3 sets a 0, parciais de 6/3, 6/4 e 6/2 ; foi a sexta vitória em Roland Garros sobre o suíço, que havia vencido as últimas cinco partidas da rivalidade.

7

No saibro, o rei do piso não deixou a coroa cair. No 39ª clássico da rivalidade, o espanhol Rafael Nadal superou Roger Federer por 3 sets a 0, parciais de 6/3, 6/4 e 6/2, na semifinal de Roland Garros. Vencedor do torneio 11 vezes, Nadal fez valer sua superioridade em 2h25 de jogo na manhã desta sexta-feira (7) em um dia de ventania forte em Paris.

Federer vinha de cinco vitórias consecutivas sobre Nadal no circuito e não perdia dele desde janeiro de 2014, no Aberto da Austrália. Em Paris, no entanto, a história é diferente. O canhoto de Mallorca venceu o rival pela sexta vez e manteve a invencibilidade na capital francesa.

A rivalidade entre Federer e Nadal é a terceira mais recorrente da Era Aberta, apenas atrás de Federer e Djokovic (47 jogos), e Nadal e Djokovic (54 jogos). É incrível. Estava muito difícil, muito vento, mas estou bastante feliz por chegar a mais uma final no meu torneio favorito – comemorou o atleta.

O recorde de Nadal na competição é de 92 vitórias e apenas duas derrotas. Ele foi campeão em Roland Garros em 11 edições: 2005, 2006, 2007, 2008, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014, 2017 e 2018. É a 15ª participação dele no torneio. As únicas duas derrotas foram em 2009, para o sueco Robin Soderling nas oitavas, e em 2015, para Novak Djokovic. Em 2016, desistiu da competição por dores no punho. A vitória garante a permanência de Nadal na vice-liderança da ATP.

O vento foi um fator decisivo no jogo. Quem ficava à direita do juiz, parecia ter mais dificuldade para jogar, principalmente na metade inicial da partida. A maior chance de Federer foi no segundo set, quando igualou o placar até o 4/4. Teve chance para fechar e se aproximar do tiebreak, mas foi quebrado e viu o espanhol seguir rumo à vitória sem maiores dificuldades.

Sólido do fundo de quadra, Nadal pouco se incomodou com a tática de oponente de subir à rede. Federer virou presa das clássicas passadas do rival e venceu apenas 48% pontos quando foi à rede. O saque também foi fundamental. Nadal só sofreu duas quebras em todo o jogo e conseguiu manter os pontos do fundo de quadra. Federer, por sua vez, venceu apenas 36% dos pontos com o segundo serviço, contra 56% do rival.

O adversário na decisão sairá do confronto entre o sérvio Novak Djokovic, número 1 do mundo, e o austríaco Dominic Thiem, 4º colocado, que se enfrentam logo na sequência. A final está programada será no domingo, 10h de Brasília.

Confrontos anteriores entre Federer e Nadal em Roland Garros

Ano Fase Vencedor Perdedor Placar
2005 Semifinal Nadal Federer 3 sets a 1, 6/3 4/6 6/4 6/3
2006 Final Nadal Federer 3 sets a 1, 1/6 6/1 6/4 7/6(4)
2007 Final Nadal Federer 3 set a 1, 6/3 4/6 6/3 6/4
2008 Final Nadal Federer 3 sets a 0, 6/1 6/3 6/0
2011 Semifinal Nadal Federer 3 sets a 1, 7/5 7/6(3) 5/7 6/1

 

Com informações do Globo Esportes

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

UA-132776669-1