Z1 Portal de Notícias
Site de notícias de indaiatuba e região.

Limeira: Empresa clandestina é interditada pela Prefeitura

A Vigilância Sanitária e a Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura de Limeira interditaram, nesta terça-feira, a linha de produção de uma empresa de galvanoplastia (que realiza banhos metálicos em objetos).

15

A operação contou com o apoio da Polícia Civil. O proprietário do estabelecimento foi preso em flagrante e encaminhado ao 3º Distrito Policial, onde pagou fiança de R$ 5 mil e foi liberado.

No local, foram encontradas grandes quantidades de produtos químicos, como ácido sulfúrico, sem licença nos órgãos competentes. Outra irregularidade identificada pelos fiscais do município foi a emissão de gases tóxicos resultantes do banho químico de peças folheadas, que chegava a provocar uma espécie de névoa no galpão onde a fábrica operava, no Pq. Egisto Ragazzo.

Os fiscais também constataram inadequações na impermeabilização do solo e no tratamento dos resíduos químicos da galvanoplastia. A empresa também operava sem licença de funcionamento.

A Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura emitiu um auto de infração no valor de 600 Ufesps – o equivalente a R$ 15.918, em decorrência da falta de licença ambiental, manipulação de substâncias prejudiciais à saúde, contaminação do solo, entre outros.

Já a Visa fez a interdição dos produtos químicos e equipamentos utilizados no processo de galvanoplastia e também emitirá um auto de infração pela manipulação irregular de substâncias químicas – o valor ainda será arbitrado pelo departamento.

Com informações da CBN Campinas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

UA-132776669-1