Z1 Portal de Notícias
Site de notícias de indaiatuba e região.

Limeira: Com aumento de mais de 500% de casos de dengue, cidade tem mega mutirão contra mosquito

Ao menos 1,2 mil servidores públicos, além de colaboradores, devem sair às ruas no período da manhã deste sábado (16). Cidade tem 511% de casos confirmados a mais que em 2018.

23

Um mega mutirão contra o mosquito Aedes aegypti ocorre neste sábado (16) em Limeira (SP). Pelo menos 1,2 mil servidores públicos, além de colaboradores, saem às ruas das 7h30 às 12h, segundo a prefeitura. Desde o começo do ano, a cidade contabiliza 55 casos confirmados da doença, sendo duas ocorrências do vírus do tipo 2.

O mutirão tem objetivo de eliminar criadouros do mosquito transmissor da dengue, chikungunya e Zika. Até a publicação desta reportagem, a prefeitura não havia informado a quantidade de imóveis que devem ser visitados nem as regiões alvo da ação.

A Divisão de Controle de Zoonoses de Limeira entregou as planilhas de visitação aos líderes das equipes dos servidores, que são de diversos órgãos da cidade. Cada agente visitará os imóveis com acompanhamento do morador.

Lá, os servidores devem observar a presença de materiais inservíveis que possam acumular água, como baldes, garrafas e pneus.

Os moradores, então, serão orientados sobre como fazer o correto armazenamento, além de serem conscientizados sobre a necessidade de limpeza e manutenção em caixa d’água e calhas, por exemplo.

Ao final da visita, será preenchido um boletim com endereço da residência e se alguma situação de maior gravidade foi detectada, como piscinas sem tratamento e acúmulo de material reciclado. Segundo a prefeitura, os dados serão compilados para tomada de providências.

Cidade soma 511% de casos a mais que em 2018

Segundo último balanço da Prefeitura de Limeira, divulgado na terça-feira (12), a cidade tem 55 casos confirmados de dengue desde o começo de 2019. Dois deles são do vírus tipo 2. Não há mortes confirmadas pela doença.

O número é 511% maior do que o total registrado de dengue em 2018, quando houve nove casos. Já as outras doenças transmitidas pelo mosquito, Zika e chikungunya, não foram confirmados na cidade.

Sintomas das doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti  — Foto: Arte/ G1

Sintomas das doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti — Foto: Arte/ G1

Com informações do G1

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

UA-132776669-1