Z1 Portal de Notícias
Site de notícias de indaiatuba e região.

Hortolândia: Justiça determina prisão de mulher suspeita de participar de sequestro

Segundo investigações da Polícia Civil, mulher emprestou casa onde vive com a filha para servir de cativeiro no sequestro do filho de um empresário em Hortolândia. Cinco presos prestam depoimento na tarde desta sexta (24).

18

A Justiça determinou a prisão da mulher que emprestou, segundo as investigações, a casa onde vive com a filha para servir de cativeiro no sequestro do filho de um empresário em Hortolândia (SP). Nesta sexta-feira (24), ela e os outros quatro prestam depoimento no 2º Distrito Policial da cidade.

Os suspeitos estão presos temporariamente. Os quatro homens passaram a noite na delegacia e fizeram exame de corpo de delito nesta manhã no Instituto Médico Legal (IML) de Americana (SP). A mulher é namorada de um deles e também passou pelos exames.

De acordo com a Polícia Civil, todos eles confirmaram participação no sequestro, que ocorreu nesta quinta (23), mas o grau de envolvimento de cada um ainda será apurado.

As investigações apontam que um dos suspeitos é filho de um atual ou ex-funcionário da empresa da família, e que foi por meio dele que os sequestradores conseguiram chegar na vítima.

“Serão indiciados por extorsão mediante sequestro, associação criminosa, devido à quantidade de envolvidos, e se surgir alguma outra conduta criminosa, a gente vai colocar no relatório final”, explica o delegado Diego Bini.

O delegado apura se há outros envolvidos no crime. A vítima deve ir na delegacia ainda nesta sexta para fazer o reconhecimento de todos os suspeitos.

8h como refém

O rapaz ficou das 9h às 17h como refém dos criminosos em uma residência no Jardim Amanda 2. Para soltá-lo, pediram cerca de R$ 1 milhão de resgate. A família da vítima entregou parte do valor e o rapaz foi solto. Após registrar o caso na delegacia, as diligências começaram para encontrar os criminosos.

A vítima mostrou aos investigadores locais que reconheceu ter ficado junto com o bando, no Jardim Amanda 2. A caminhonete usada no sequestro foi vista no bairro e, com isso, os suspeitos foram encontrados.

“Essa caminhonete parou no local e justamente o indivíduo foi reconhecido pela vítima, foi detido. A partir daí, começaram as diligências”, afirma o delegado Fernando Bueno de Castro.

A polícia informou que parte do dinheiro entregue aos criminosos foi recuperada.

Com informações do G1

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

UA-132776669-1