Z1 Portal de Notícias
Site de notícias de indaiatuba e região.

Goleiro russo tem boa atuação, mas não impede derrota para Áustria

4

O jejum de vitórias da seleção da Rússia, que não triunfa desde junho de 2017, segue em curso a um amistoso da estreia na Copa do Mundo. Nesta quarta-feira, os anfitriões enfrentaram a Áustria, foram dominados no Estádio Tivoli Tirol e acabaram derrotados apenas por 1 a 0 muito pela falta de pontaria dos adversários e da atuação consistente de Akinfeev. O gol derradeiro foi marcado por Schopf, ainda na metade inicial.

O primeiro tempo foi de amplo domínio da Áustria. Apesar do início melhor russo, os donos da casa souberam usar os espaços deixados pelo time anfitrião da Copa para criar diversas jogadas. Na melhor delas, aos 28 minutos, Arnautovic fez grande trabalho individual e rolou para Schopf, que bateu colocado para tirar o zero do placar. Nos 45 minutos finais, o amistoso perdeu em intensidade, mas nem assim a Rússia conseguiu se sobressair. Foram apenas dois lances de perigo e uma atuação novamente inferior a dos adversários.

Antes da estreia na Copa, a seleção russa ainda faz um último amistoso. No dia 5 de junho, o duelo é em Moscou contra a Turquia. Já a Áustria é uma das adversárias do Brasil na rota de preparação do time comandado por Tite. No dia 10 de junho as seleções se enfrentam em Viena.

O JOGO

Os primeiros cinco minutos da Rússia deram um certo indício de que a anfitriã da Copa do Mundo traria dificuldades para a seleção da Áustria. Logo aos quatro minutos, Samedov cobrou falta com perigo e obrigou boa intervenção do goleiro Lindner, na oportunidade que se configurou como a única do time comandado por Stanislav Cherchesov no primeiro tempo.

A partir de então, teve início a grande atuação de Arnautovic. Especulado para trocar o West Ham pelo Manchester United, o meia foi o cérebro da Áustria durante a partida e pelos seus pés passaram as jogadas de mais perigo. Na primeira delas, aos 11 minutos, Zulj arriscou da entrada da área e Akinfeev apenas acompanhou a curva da bola para fora.

Com muitas dificuldades para criar jogadas, a Rússia não encontrava alternativas para infiltrar na defesa adversária, abusando dos erros de passe e dos lançamentos no último terço do campo. Ainda assim, deixava muitos espaços defensivos e, um deles em especial, aproveitado por Arnautovic aos 28 minutos. O camisa sete saiu em velocidade, invadiu a área e driblou o zagueiro. Em condições de chutar, rolou para Schopf, que bateu com categoria para abrir o placar.

Nem mesmo a derrota parcial fez mudar a postura do time anfitrião do Mundial, que pouco oferecia ofensivamente e ainda mostrava deficiências táticas, deixando com que os donos da casa nesta quarta-feira dominassem o meio-campo. Em mais uma chance, o autor do gol austríaco tentou outro chute colocado e a bola passou tirando tinta da meta russa.

Menos intenso, o segundo tempo teve novamente amplo domínio da Áustria, muito por conta da proposta pouco mais ofensiva da Rússia. A primeira chance criada foi aos 13 minutos, em contra-ataque, quando Zulj recebeu livre na entrada da área e aproveitou o arremate de primeira, obrigando uma grande defesa de Akinfeev. A resposta russa veio na sequência com Smolov, que errou o alvo.

As oportunidades de gol passaram a ser minimizadas ao longo dos minutos, principalmente após as diversas mudanças promovidas pelos dois treinadores, e o resultado final acabou em 1 a 0, com o gol marcado ainda no primeiro tempo.

Imagem: Reprodução

Com informações da Gazeta esportiva

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.