Z1 Portal de Notícias
Site de notícias de indaiatuba e região.

Fundação Pró Memória realiza balanço das principais ações de 2018

Em 2018 a Fundação participou da Segunda Semana Nacional de Arquivos, e promoveu oficinas junto as escolas estaduais.

22

A Fundação Pró-Memória de Indaiatuba destaca 2018 como um ano muito positivo pelas parcerias e ações de incentivo à leitura nas diferentes faixas etárias. O Casarão Pau Preto passou por uma manutenção preventiva, para cuidados com a infraestrutura. Já no Museu Municipal Casarão Pau Preto houve a reformulação do acervo para as futuras exposições que serão realizadas em 2019.

A continuidade da parceria com o departamento de história da Unicamp proporcionou a sequência das atividades da Escola do Patrimônio, que oferece cursos gratuitos com professores especializados sobre patrimônio cultural para a comunidade, e este ano o projeto foi estendido para as cidades vizinhas como Campinas, Itu e Sorocaba.

Em 2018 a Fundação participou da Segunda Semana Nacional de Arquivos, e promoveu oficinas junto as escolas estaduais. Também foram desenvolvidas ações educativas e de conscientização que atendem todas as faixas etárias. A oficina de Musicalização Infantil foi uma novidade para as crianças e deve continuar em 2019.

Outra ação da Fundação foi o cuidado com os Patrimônios Tombados e de Interesse Histórico, realizamos diversas pesquisas e atividades de conservação que resultaram em estudos e laudos que serão publicados em 2019.

Para Carlos Gustavo Nóbrega de Jesus, Superintendente da Fundação Pró-Memória, estes foram os destaques deste ano. “A evolução da digitalização da hemeroteca e o atendimento ao cidadão, possibilitou a abertura das portas do Arquivo Público para o público poder fazer pesquisas e consultas. Continuamos com a constante renovação do acervo da Biblioteca Municipal Rui Barbosa. Também realizamos o curso de redação para o Enem e o Encontro Cultural Literário 2018, com diversas atividades para incentivar o hábito da leitura nas diversas faixas etárias”, finaliza Nóbrega.

Trabalhos realizados pela Fundação Pró-Memória

Digitalização e disponibilização da Hemeroteca do Arquivo Público Municipal

A hemeroteca do Arquivo Público Municipal possui 100 títulos de periódicos que circularam na cidade de Indaiatuba entre o início do século XX até os dias de hoje. O trabalho já foi iniciado em 2016, porém, com a grande quantidade de periódicos que o acervo possui, ele deverá se estender por mais um ano.

Ação Educativa Arquivo Público Municipal e Museu Municipal Casarão Pau Preto

A ação educativa ocorreu de março a outubro, por meio de visitas técnicas com alunos das escolas municipais, estaduais, particulares e universidades ao Museu Municipal. Além da visita técnica ao espaço expográfico do Casarão Pau Preto, os alunos também têm contato com alguns documentos do acervo do Arquivo Público Municipal para o entendimento da história da cidade e também sobre o funcionamento do Arquivo como custodiador dos documentos históricos.

Local: Casarão Pau Preto

Público: Cerca de 500 alunos

2ª Semana Nacional de Arquivos

A 2ª Semana Nacional de Arquivos aconteceu entre os dias 04 e 09 de junho. O evento foi criado pelo Arquivo Nacional e a Fundação Casa de Rui Barbosa no ano de 2017. As instituições participantes devem criar eventos, palestras, seminários de cunho artístico cultural para a divulgação dos acervos.

Oficina “Conservação e pequenos reparos em papel”

Esta oficina é dedicada à comunidade Indaiatubana para a conservação de documentos em casa, como: certidões, registros, fotografias, álbuns, quadros, capa de discos, entre outros.

Local: Tulha Casarão Pau Preto

Público: 60 pessoas

Atividade lúdica com fotografias do acervo do Arquivo Público Municipal “Nilson Cardoso de Carvalho”

Oficina para alunos e professores das escolas municipais com fotografias que se encontram no acervo do Arquivo Público Municipal com o intuito de explorar a memória e contra um pouco da história de Indaiatuba por meio deste importante documento histórico.

Local: Tulha Casarão Pau Preto

Público: 160 pessoas no total

Biblioteca Pública Municipal “Rui Barbosa”

A Biblioteca atende atualmente cerca de 100 usuários dia e mantém uma média mensal de 60 novos associados, o que demonstra que continua a crescer e conquistar um novo público. Sendo assim se faz necessário frente a essa demanda a constante atualização do acervo e a compra de livros para reposição do que se perdeu por falta de devolução ou que foi extraviado.

Curso de Redação para o ENEM

A Fundação Pró-Memória de Indaiatuba ofereceu no mês de junho o Curso de Redação para o ENEM. Com 04 aulas aos sábados, o curso apresentou seus principais conceitos e critérios de avaliação, além de preparar o estudante, de modo objetivo e didático, para elaborar uma redação satisfatória para o Exame Nacional do Ensino Médio. Na última semana, foi entregue, aos estudantes, um tema de redação inédito, que simulou, perfeitamente, um do ENEM, na qual os alunos elaboraram a redação em suas casas.

Local: Tulha Casarão Pau Preto

Público: 150 pessoas

Encontro Cultural Literário de Indaiatuba

A Fundação Pró-Memória promoveu o Encontro Cultural Literário 2018, no Casarão Pau Preto. O objetivo é de incentivar o hábito da leitura entre as diferentes faixas etárias. Houve uma feira de venda de livros usados com preços populares a partir de R$0,50. O evento, que tem entrada gratuita, contou com extensa programação cultural como oficinas, apresentação teatral e sarau.

Local: Casarão Pau Preto

Público: 200 pessoas

Passeios da Memória

O projeto Passeios da Memória é uma parceria entre a Fundação Pró-memória de Indaiatuba, Secretaria Municipal de Educação e Secretaria Municipal de Esportes, atendendo todos os alunos do 4° ano do Ensino Fundamental, da Rede Municipal de Ensino de Indaiatuba.

Local: Museu Municipal Casarão Pau Preto

Público: 1600 crianças

Exposição temporária – Colecionismo

O que é uma coleção? Um conjunto de objetos reunidos com certo critério. Muitas pessoas adoram colecionar carrinhos, figurinhas, moedas, cartões postais, bonecas e muitas outras coisas. Guardam e cuidam das coleções, gostam de mostrar para outras pessoas o que têm, e continuam fazendo a coleção crescer. Colecionismo é o ato de colecionar. Um museu é uma instituição colecionadora, possui muitas coleções e pratica o colecionismo. A exposição tem o intuito de mostrar o espírito colecionador do Museu Municipal Casarão Pau Preto.

Local: Museu Municipal Casarão Pau Preto

Público: 500 pessoas

Aulas de capoeira

Aulas de Capoeira com o mestre Pezão que aconteceram duas vezes por semana no Casarão Pau Preto gratuitamente, de janeiro a setembro.

Local: Tulha Casarão Pau Preto

Público: 20 pessoas

Curso Básico e Avançado de fotografia

A Fundação Pró-Memória ofereceu cursos gratuitos de fotografia no nível básico e intermediário para a população. Os dois módulos foram ministrados pelo fotográfico e professor Vagner Luiz Fracchia, no Casarão. Os alunos e a comunidade em geral também puderam participar de uma palestra sobre astrofotografia com o fotógrafo Wellington Penilha.

Local: Tulha Casarão Pau Preto

Público: 80 pessoas

Semana de Museus – Museu Municipal Casarão Pau Preto

O Museu Casarão Pau Preto, da Fundação Pró-Memória, integrou a Semana Nacional de Museus. O evento, que é coordenado pelo Ibram (Instituto Brasileiro de Museus), convida os museus nacionais para refletir e discutir temas atuais e importantes para o desenvolvimento das instituições e da sociedade em comemoração ao Dia Internacional de Museus. Neste ano, a sua 16ª edição aconteceu entre os dias 14 e 20 de maio e teve como tema “Museus hiperconectados”.

Local: Casarão Pau Preto

Público: 80 pessoas

Férias no Casarão

O Projeto proporcionou diversas atividades que aconteceram durante uma semana, no mês de julho, no Casarão Pau Preto, com crianças de 06 a 10 anos,com o intuito de incentivá-las a conhecer tanto o Museu Municipal como o espaço do Casarão.

Local: Casarão Pau Preto

Público: 50 crianças

Escola do Patrimônio

A Fundação Pró-Memória em parceria com o Departamento de História do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas na Unicamp, promoveram 04 oficinas gratuitas da Escola do Patrimônio durante o ano de 2018. A Escola do Patrimônio é um projeto realizado em parceria entre Fundação Pró-Memória e o Departamento de História do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas na UNICAMP desde 2014, que visa discutir questões referentes ao patrimônio documental, cultural e ambiental e sua preservação por meio de oficinas gratuitas destinadas à comunidade e este ano se estendeu aos municípios de Campinas, Itu e Sorocaba.

Local: Museus de Campinas, Itu, Sorocaba e Indaiatuba (irá acontecer dia 24/11/2018)

Público: 60 pessoas

Projeto Escava-Ação

Mais um projeto inovador sobre o tema Arqueologia, ensinando as crianças dos 4º anos do ensino municipal de Indaiatuba, as tarefas de arqueólogos que vão a campo à procura de descobertas sobre civilizações que já não mais existem. Nesta oficina, as crianças entenderão como funciona esse trabalho, que busca entender o passado por meio de vestígios materiais.

Local: Casarão Pau Preto

Público: 200 crianças

Aulas de Musicalização Infantil

Em comemoração ao mês das crianças foram oferecidas para crianças entre 05 e 10 anos no Casarão Pau Preto aulas de musicalização Infantil com a Professora Tatiane Mendes Carvalho. A partir de instrumentos confeccionados pelas próprias crianças foram trabalhadas composições infantis de Nabor Pires Camargo além de músicas do cotidiano infantil.

Local: Tulha Casarão Pau Preto

Público: 60 pessoas

17° Prêmio Nabor Pires Camargo

A Fundação Pró-Memória realizou a 17ª edição do Prêmio Nabor Pires Camargo-Instrumentista. Além de divulgar as obras do clarinetista e compositor indaiatubano Nabor Pires Camargo, o prêmio visa revelar novos talentos da música popular brasileira instrumental. Após uma triagem, dez finalistas participaram de uma audição pública, realizada no dia 27 de abril, no Ciaei. O melhor músico foi premiado com R$ 8 mil, o segundo R$ 6 mil, o terceiro R$ 5 mil, o quarto R$ 4 mil e o quinto colocado R$ 2 mil. Os participantes classificados entre a 6ª e a 10ª colocação receberam um cachê de participação no valor de R$ 500. O evento foi apresentado pelo produtor e apresentador do Programa Chorinho Brasil na Rede Boa Nova de Rádio, João Tomás do Amaral. O Prêmio contou com 60 inscritos de diversos estados.

Local: CIAEI

Público: 400 pessoas

Com informações da Prefeitura de Indaiatuba

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

UA-132776669-1