Z1 Portal de Notícias
Site de notícias de indaiatuba e região.

Funcionamento do Projeto Ecobike é estendido até 18h durante Horário de Verão

14
Atualmente o projeto conta com quase 23 mil usuários cadastrados e desde a inauguração, em julho de 2012, já foram registrados cerca de 87 mil empréstimos.

Durante o Horário de Verão a Secretaria de Urbanismo e do Meio Ambiente manterá as quatro estações do Projeto Ecobike funcionando até as 18h. De segunda a sexta-feira as estações localizadas na Praça do Cato e na Guarda Civil funcionam das 8h às 12h e das 13h às 18h. Já as estações da Prefeitura e do Praça D. Pedro II, ficam abertas das 9h às 12h e das 13h às 18h. Aos sábados, domingos e feriados funcionam apenas a Ecobike da Prefeitura e da Guarda, das 8h às 12h e das 14h às 18h.

Este ano o Horário de Verão começou no dia 04 de novembro e se estenderá até às 00h do dia 17 de fevereiro de 2019.

O Projeto Ecobike foi lançado pela Prefeitura em 2012 e oferece quatro estações na cidade, onde são disponibilizadas gratuitamente 200 bicicletas ecológicas que utilizam quadro fabricado com garrafas PET, mais 10 bicicletas com cadeirinha acoplada para o transporte de crianças, e outras cinco bicicletas duplas.

Atualmente o projeto conta com quase 23 mil usuários cadastrados e desde a inauguração, em julho de 2012, já foram registrados cerca de 87 mil empréstimos.

Para se cadastrar, os usuários do Projeto Ecobike devem ser pessoas maiores de 18 anos ou menores acompanhados por um responsável maior de idade. Para utilizar as bicicletas os interessados devem fazer o cadastro pelo link disponível no site da Prefeitura – https://www.indaiatuba.sp.gov.br/servicos/ – e validar diretamente nas estações, mediante apresentação de CPF, comprovante de endereço atualizado e um documento com foto. Cada CPF dá direito a retirada de outras duas bicicletas extras para menores. O tempo permitido para uso é de quatro horas contínuas, que pode ser renovado, e as bicicletas podem ser devolvidas em qualquer estação. Com informações da Prefeitura de Indaiatuba.

Imagem: Eliando Figueira RIC/PMI

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.