Z1 Portal de Notícias
Site de notícias de indaiatuba e região.

Federer completa 1000 semanas no top 100 do ranking mundial

13

Roger Federer não se cansa de fazer história no tênis. Na atualização do ranking desta segunda-feira, após cair na semifinal do ATP Finals para Alexander Zverev, o grande campeão do torneio, o suíço apareceu na terceira posição e conquistou mais um feito: se tornou apenas no segundo jogador na história da ATP a alcançar pelo menos  1000 semanas dentro do top 100.

O outro tenista a obter a mesma marca foi o norte-americano Andre Agassi, que encerrou a carreira com 1019 semanas entre os 100 melhores do mundo, sendo 101 delas como número 1.

Logo atrás de Federer, outro norte-americano aparece na lista dos que mais tempo permaneceram entre os melhores 100 do ranking: Jimmy Connors, com 963 semanas.

Aos 37 anos, Federer segue na ativa e a tendência é que ele ultrapasse a marca de Agassi, quebrando mais um recorde. Ele está garantido no top 100 até pelo menos o Masters 1000 de Paris do ano que vem. Mas logo no primeiro dia de abril de 2019, ele já iguala a marca do norte-americano.

Como termina o ranking de 2018

Veja também: Marcelo Melo encerra temporada entre os 10 melhores do mundo

Apesar do vice-campeonato no Finals, Novak Djokovic já havia garantido a liderança do ranking até o fim da temporada, com a desistência em disputar o torneio de Rafael Nadal, que termina na segunda posição. Logo na sequência, Roger Federer aparece na frente do campeão da última competição do ano, o jovem de 21 anos, Alexander Zverev. Confira o top 10:

1 – Novak Djokovic
2 – Rafael Nadal
3 – Roger Federer
4 – Alexander Zverev
5 – Juan Martin Del Potro
6 – Kevin Anderson
7 – Marin Cilic
8 – Dominic Thiem
9 – Kei Nishikori
10 – John Isner

Imagem: Reprodução

Com informações da Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.