Z1 Portal de Notícias
Site de notícias de indaiatuba e região.

Corinthians perde e jogará contra histórico para avançar na ‘Liberta’

4
Das sete vezes que perdeu o primeiro jogo desta fase, o time só reverteu o placar em 2000 contra o Rosário Central (ARG).

Corinthians terá que superar um histórico negativo que possui em jogos das oitavas de final da Copa Libertadores para continuar na briga pelo bicampeonato da competição continental.

Com a derrota para o Colo Colo por 1 a 0, nesta quarta-feira (8), no Chile, o clube alvinegro terá que vencer o jogo de volta, marcado para o próximo dia 29, no Itaquerão por dois gols de diferença, algo que jamais conseguiu no torneio quando saiu em desvantagem na primeira partida da fase do mata-mata.

Das sete vezes que perdeu o primeiro jogo desta fase, o time só reverteu o placar em 2000 contra o Rosário Central (ARG).

Na oportunidade, porém, conseguiu a classificação nos pênaltis após ser derrotado no duelo de ida por por 3 a 2 e repetir o placar a seu favor no segundo confronto. Se vencer pelo mesmo placar da derrota desta quarta, decidirá a classificação nos pênaltis.

Caso vença por um gol de diferença, mas sua defesa seja vazada, o time de Osmar Loss será eliminado. Nas outras seis vezes em que perdeu a primeira partida, colecionou eliminações para Boca Juniors-ARG (1991 e 2013), River Plate-ARG (2003 e 2006), Flamengo (2010) e Guaraní-ARG (2015).

O Corinthians terá que superar também um tabu de eliminações quando decide jogos da competição no Itaquerão, inaugurado em 2014. Em 2015, apenas empatou com o Guaraní por 0 a 0 após perder o jogo de ida por 2 a 0. Na temporada seguinte, ficou no empate com o Nacional por 2 a 2 -a primeira partida, no Uruguai, terminou 0 a 0, o que custou a eliminação em razão dos gols marcados pelo visitante em sua casa.

A derrota pelo placar mínimo para os chilenos poderia ter sido bem pior. O time, que atuou com um jogador a menos desde 8 minutos do segundo tempo, quando o volante Gabriel foi expulso, não conseguiu valorizar a posse de bola para acalmar o ímpeto adversário e nem sair rápido para o ataque, um dos pontos fortes do time de Osmar Loss.

Assim, foi envolvido pelo Colo Colo, que foi superior no primeiro tempo e criou duas excelentes chances para abrir o placar. Em uma delas, o goleiro Cássio fez uma defesa à queima-roupa após chute de Zaldivia.

O goleiro corintiano, porém, não conseguiu evitar o gol de Carmona, aos 36 minutos, que aproveitou rebote após finalização do ex-palmeirense Barrios. A jogada começou com uma enfiada de bola de Valdivia, outro jogador que atuou pelo rival do Corinthians.

Na etapa complementar, quando estava com um jogador a menos, Loss reforçou a marcação e impediu que o rival chegasse ao segundo gol. Os chilenos só conseguiram criar lances de perigo nos últimos cinco minutos, quando Valdés finalizou da grande área para fora e Cássio fez excelente defesa após chute de Barrios na pequena área.

COLO-COLO

Orión; Zaldívia, Barroso, Insaurralde; Opazo (Fierro), Carmona (Valdés), Baeza, Valdívia, Pérez; Paredes, Barrios. T.: Héctor Tapia

CORINTHIANS

Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Henrique (Carlos Augusto), Danilo Avelar; Gabriel, Douglas, Jadson (Léo Santos); Pedrinho, Romero, Clayson (Emerson Sheik). T.: Osmar LossEstádio:

Monumental David Arellano, em Santiago (Chile)

Juiz: Wilmar Roldán (COL)

Cartões amarelos: Carmona, Opazo, Baeza, Insaurralde e Zaldívia (Colo-Colo); Gabriel, Douglas e Pedrinho (Corinthians)

Cartão vermelho: Gabriel (Corinthians)

Gol: Carmona, aos 37min do primeiro tempo

Imagem: Getty Images

Com informações do Notícias ao Minuto

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.