Z1 Portal de Notícias
Site de notícias de indaiatuba e região.

Contra Atlético-MG, Santos desafia ameaça do rebaixamento e desgaste

7

Pressionado pela luta contra o rebaixamento, o Santos visita o Atlético Mineiro às 11 horas deste domingo, no Independência, em Belo Horizonte, na terceira partida seguida fora de casa das quatro que a equipe vai fazer em 11 dias. Cuca, portanto, tem a missão de dar uma nova cara ao time, apesar do pouco tempo de treinamento e do desgaste físico dos atletas.

No cargo há menos de duas semanas, o treinador já promoveu as estreias de Bryan Ruiz, Carlos Sánchez e Derlis González, os estrangeiros recém-contratados, e barrou Renato e Gabriel, jogadores com história no clube. A primeira vitória à frente do time, porém, ainda não veio depois que ele foi contratado para substituir o demitido Jair Ventura.

Presidente do Vasco tem mal-estar e realiza cateterismo após pelada

Já foram três partidas disputadas desde que Cuca chegou, mas os resultados não empolgam. Uma derrota na Vila Belmiro por 1 a 0 para o Cruzeiro, pela Copa do Brasil, reduziu a chance de avanço à semifinal do torneio, enquanto os dois empates pelo Brasileirão, ambos fora de casa, tiraram o Santos da zona de rebaixamento, mas a equipe segue muito próxima dos times que hoje ocupam as quatro últimas posições.

“Estamos atropelando etapas, o desgaste é muito grande. Fizemos dois jogos fora, não vencemos nem perdemos. Vamos fazer o terceiro, depois tem mais um contra o Cruzeiro. O momento é muito difícil em todos os sentidos. Tem jogador com desgaste pela sequência de jogos. O Atlético-MG jogou em casa contra o Inter, descansou e não viajou. A gente viajou para o Ceará, agora vamos a Minas Gerais. É natural que tenha jogador desgastado”, comentou Cuca em coletiva de imprensa nesta sexta-feira, em Santos.

De acordo com o treinador, o cenário deve obrigá-lo a rodar o elenco nas próximas semanas. “Não é nem poupar, é colocar o que tem de melhor para não correr o risco de perder alguém por lesão”, afirmou. Ainda sem ritmo de jogo, por exemplo, Bryan Ruiz deve começar de novo na reserva, assim como aconteceu na quarta-feira.

O reforço deve ser Dodô, titular da lateral esquerda que cumpriu suspensão contra o Ceará e deu lugar a Jean Mota, autor do gol santista no empate por 1 a 1, em Fortaleza, na última quarta-feira, em partida adiantada da 20ª rodada do Brasileirão. Lucas Veríssimo está recuperado de lesão e será opção no banco de reservas. Sasha, ainda em fase de transição após superar outra lesão, foi vetado no sábado do duelo.

Yuri Alberto, criticado pela torcida nas últimas rodadas, pode perder a vaga de centroavante para o retorno de Gabriel, também alvo de vaias recentes. Outras alterações podem ser feitas, uma vez que Cuca manifestou a necessidade de preservar quem está desgastado.

FICHA TÉCNICA:

SANTOS – Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Dodô; Alison, Carlos Sánchez e Diego Pituca; Rodrygo, Yuri Alberto e Bruno Henrique. Técnico: Cuca. Com informações do Estadão Conteúdo e Notícias Ao Minuto.

Imagem de capa;reprodução/Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.