Z1 Portal de Notícias
Site de notícias de indaiatuba e região.

Com vitórias na fase qualificatória, Brasil estará 100% em Moscou

6

O Brasil terá todas as suas duplas, tanto no feminino quanto no masculino, competindo na chave principal da etapa de Moscou do Circuito Mundial de Vôlei de Praia 2018. Isso porque as duas duplas que ainda não haviam garantido vaga no torneio o fizeram nesta quarta-feira. Pela fase qualificatória, Thiago/Álvaro Filho e Elize Maia/Maria Clara venceram suas partidas e irão compor a equipe brasileira na capital russa.

No feminino, Elize Maia e Maria Clara (RJ/ES) saíram perdendo das polonesas Jagoda Gruszczynska e Aleksandra Gromadowska, que venceram o primeiro set por 21 a 17. No entanto, as brasileiras conseguiram a reação e viraram o jogo para 2 sets a 1, com as últimas parciais de 21 a 18 e 15 a 6.

Na chave principal, as duas se juntam às outras três duplas do país: Ágatha/Duda (PR/SE), Maria Elisa/Carol Solberg (RJ) e Ana Patrícia/Carol Horta (MG/CE).

Entre os homens, Thiago e Álvaro Filho (SC/PB) não sofreram o mesmo susto. De forma consistente, venceram os anfitriões russos Dimitri Veretiuk e Denis Shekunov por 2 sets a 0, com parciais de 21/19 e 21/17, e vibraram bastante com o triunfo após o confronto.

“Sacamos muito bem, foi nosso principal fundamento no jogo de hoje. Fico muito feliz de dar este passo ao lado do Thiago. Enfrentar um time da casa é sempre complicado, pois a torcida aqui apoia muito. Mas foi bacana conseguir a vitória e a classificação para a chave principal”, apontou Álvaro, como publicado pela Confederação Brasileira de Vôlei.

Além dos dois, outras três duplas também representarão o Brasil na chave principal. São elas: Alison/André (ES), Evandro/Vitor Felipe (RJ/PB) e Ricardo/Guto (BA/RJ).

A etapa de Moscou do Circuito Mundial de Vôlei de Praia tem início marcado para esta quinta-feira, quando as duplas estrearão pela fase de grupos. A finalíssima está programada para domingo. Esta é a oitava das nove etapas de nível quatro estrelas, de acordo com a classificação da FIVB (Federação Internacional de Volei). O torneio na Rússia rende 800 pontos e um prêmio de R$ 74 mil aos campeões.

Imagem: Divulgação/FIVB

Com informações da Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.