Z1 Portal de Notícias
Site de notícias de indaiatuba e região.

Campinas confirma mais três mortes por gripe e cobertura vacinal é de 82%

4
Cidade registrou seis óbitos pela doença em 2018; percentual de crianças e grávidas imunizados segue abaixo da meta.

A Prefeitura de Campinas (SP) confirmou nesta terça-feira (10) a morte de mais três pessoas por gripe, totalizando seis óbitos pela doença neste ano. Segundo a Secretaria de Saúde, a cobertura vacinal da cidade está em 82,9%, abaixo da meta de 90%.

De acordo com a Prefeitura, quatro das vítimas fatais tinham o vírus H3N2, uma H1N1 e um caso não foi sorotipado. Sobre a cobertura vacinal, dados coletados até 2 de julho mostram que crianças (65%) e gestantes (61%) são os grupos com o menor índice de imunização na cidade.

Ainda de acordo com a Vigilância em Saúde, os três novos óbitos por gripe são de pacientes que não eram vacinados e tinham comorbidades. São eles: um idoso de 64 anos que sofria de diabetes, além de uma idosa de 83 anos e um menino de 1 com problemas pulmonares.

A Secretaria de Saúde ainda afirmou que o município possui 710 notificações de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), que inclui doenças causadas por vários tipos de vírus, entre eles o da gripe. Do total de notificações, 26 evoluíram para óbito, sendo seis por gripe. O total de mortes por influenza em 2018 já é maior que o do ano inteiro de 2017, que registrou cinco.

“A gripe tem uma sazonalidade e esse período é o mais agudo. A prevenção é a vacina. Quando as pessoas têm a impressão de que a situação está controlada, elas deixam de se vacinar, por isso o número de vacinação de 2016 e 2017 é um pouco maior que o deste ano. Mas existem alguns grupos de risco, como de crianças e gestantes, que ainda estão abaixo e ainda tem vacina, vamos vacinar até acabar o estoque”, disse Andréa.

Imagem: Reprodução

Com informações do G1

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.