Z1 Portal de Notícias
Site de notícias de indaiatuba e região.

Campinas: Casamentos homoafetivos realizados até outubro superam números de 2017

8
Cidade registrou, entre janeiro e outubro deste ano, 101 uniões entre pessoas do mesmo sexo, 55 delas entre mulheres.

O desejo de garantir à companheira poder de decisão em questões práticas da vida a dois levou a auxiliar de cartório Celise de Souza Resende, de 36 anos, a casar com a técnica em edificações Caroline Grillo, de 33 anos, em outubro deste ano, em Campinas (SP).

O casamento homoafetivo de Celise e Carol, que já moravam juntas há quatro anos, é um dos 101 registrados entre pessoas do mesmo sexo no município, entre janeiro e outubro deste ano, segundo dados da Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo (Arpen/SP).

O número é maior que o registrado em todo o ano de 2017, quando 98 casais homoafetivos formalizaram a união, segundo estatísticas de Registro Civil do IBGE.

“Sempre me preocupei muito com o poder de decisão que só o cônjuge tem. Se fosse uma união estável, não daria certo. Ainda mais em um cenário que minha família não aceita. Caso precise de uma decisão médica, por exemplo, não é preciso perguntar para a família. A certidão de casamento basta”, explica Celise.

‘Rápido e eficiente’

Enquanto Celise e Carol são recém-casadas, Bruno Ferreira da Silva e Douglas Holanda celembram dois anos de casamento de “papel passado”. O casal se conheceu em 2006, em um bate-papo na internet, e está junto desde então. O casório no cartório aconteceu em 2016 e, segundo eles, foi rápido e eficiente.

Do dia da união, eles guardam a lembrança da juíza, que ficou feliz em celebrar o casamento.

“A juíza que celebrou nosso casamento já tinha feito o casamento dos nossos amigos antes, então ela ficou muito feliz em ver que as pessoas se amam, independente do sexo, e que oficializam isso, que é a continuação da humanidade, como ela disse pra gente”, conta Bruno.

Números

O casamento entre mulheres em Campinas teve um aumento de 48,6% entre janeiro e outubro de 2018, se comparado com o mesmo período do ano passado. Foram 55 registros neste ano, contra 37 em 2017.

Outubro, mês em que Celise e Caroline se casaram, registrou nove casamentos entre mulheres, igualando agosto. Os dois meses tiveram o maior número de uniões civis entre janeiro e outubro.

No caso de casamento entre homens, são 46 uniões em 2018, quatro a menos que o registrado nos primeiros dez meses de 2017.

Bruno e Douglas contam que o casamento no cartório, realizado em 2016, foi "rápido e eficiente" — Foto: Arquivo pessoal

Bruno e Douglas contam que o casamento no cartório, realizado em 2016, foi “rápido e eficiente” — Foto: Arquivo pessoal

*Sob supervisão de Fernando Evans

Com informações do G1

Image dem destaque: Casamento de Bruno e Douglas, de Campinas (SP), aconteceu no fim de 2016/Arquivo pessoal

https://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/2018/11/17/em-10-meses-campinas-supera-numero-de-casamentos-homoafetivos-de-2017.ghtml

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.