Z1 Portal de Notícias
Site de notícias de indaiatuba e região.

Brinquedos eróticos: 7 perguntas que você PRECISA se fazer antes de comprar

Eles não têm contra indicações, mas há algumas coisas a se pensar para conseguir o máximo de prazer

31

Você é daqueles que sempre passa em frente ao sex shop e morre de vontade de entrar? Já viu algum acessório sexual incrível à venda na internet mas ainda não teve o impulso de comprar? Se mesmo cheio de desejos, nunca foi atrás de matar essas curiosidades, esse texto é para você.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;

Para começar, é bom deixar claro que não há nada de depravado em ter brinquedos eróticos. Mais gente do que você pensa conta com um amigo desses para brincar nos momentos de prazer sozinho ou à dois. Só em 2016, os brasileiros gastaram 1 bilhão de reais em produtos eróticos, comprando 9 milhões de produtos por mês. As principais consumidoras eram as mulheres, de acordo com a Associação Brasileira de Empresas do Mercado Erótico (Abeme). Explorar a nossa sexualidade é sempre positivo e saudável.

“Sexo é brincadeira de adulto. Os brinquedos sexuais entram muito nessa ideia”, define a sexóloga Virginia Gaia. Ela enfatiza também que não há problema em não gostar deste recurso, mas que é sempre positivo colorir a vida com a busca por novas experiências.

Antes de escolher por onde começar, sugerimos algumas perguntas que você deve fazer a você mesmo e ao vendedor:

1 – Vou usar sozinho ou em casal?

Se você está buscando algum produto para potencializar o prazer nos momentos de masturbação, deve pensar quais são suas fantasias e locais do corpo que proporcionam mais tesão. Isso pode dar uma pista de quais tipos de acessórios investir.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

Caso queira envolver seu parceiro, é importante levar em conta as fantasias e preferências do casal. “Se a gente chega do nada e a pessoa não está preparada, isso pode criar uma situação dentro do relacionamento”, enfatiza Virgínia. A própria conversa sobre o assunto pode servir como uma preliminar para os dois, já que vocês fantasiam o momento e aumentam a disposição psíquica para o sexo.

Se o objetivo é fazer surpresa, é possível sondar se há abertura para esse tipo de brinquedo, e entender suas preferências.

2 – Qual tipo de brinquedo comprar?

Entrar em um sex shop ou uma loja online de brinquedos eróticos pode assustar de primeira. São milhares de produtos com infinitos tamanhos, cores, materiais e finalidades. A primeira pergunta que você precisa se fazer é qual seu objetivo com o brinquedo desejado.

Para quem quer criar um clima, há velas, jogos e óleos aromáticos. Quem deseja explorar os sentidos na transa ou masturbação, pode investir nos géis e lubrificantes que causam sensações diferentes, camisinhas com sabores ou calcinhas comestíveis. Já quem quer adicionar um elemento na hora do sexo, pode comprar anéis penianos, masturbadores, vibradores, plugs anais ou cintas.

“Aumentar o repertório sexual estimulará o desejo, excitação e orgasmo. Além disso pode tornar a pessoa mais confiante e desinibida, relaxando mais na hora do sexo”, completa Nelly Kobayashi, ginecologista e sexóloga, parceira da Innuendo.

Só é importante usá-los para sua finalidade exata. Por exemplo, tudo que for usado no ânus deve ter uma trava, para que não se perca no reto. Além disso, observe se você vai comprar um produto verificado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

3 – Isso é realmente comestível?

Explorar o paladar parece um grande nicho da indústria de produtos eróticos. Porém, assim como os alimentos que você come, é importante se atentar à composição de tudo que você ingerir.

4 – Qual o tamanho ideal para mim?

Quando se trata de brinquedos eróticos, a máxima “quanto maior, melhor” não é verdadeira. Para os objetos introduzidos no ânus ou na vagina, é interessante começar com os menores. “Muitos brinquedos não têm a maciez de um pênis comum e podem machucar. Após utilizar um tamanho pequeno e este não causar dor, pode-se testar tamanhos maiores”, recomenda a ginecologista Nelly.

5 – Que material escolho?

Nelly recomenda que se prefira os brinquedos feitos de silicone, aço inoxidável, vidro, Pyrex, plástico ABS e elastômero, pois costumam ser seguros. Aqueles que são feitos de plástico de PVC, chamados Jelly látex, podem causar irritações.

A partir disso, busque começar pelos materiais mais macios e maleáveis, por ter semelhança com um pênis.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

Para os cosméticos, é indicado testar em uma pequena região no antebraço para ver se não causarão alergia.

6 – Devo usar meu brinquedo com lubrificante?

Os lubrificantes diminuem o atrito da mucosa com o brinquedo que estiver em contato com ela. Isso proporciona mais prazer e menos lesões. Se você não costuma ter em casa, aproveite para comprar junto com seu novo acessório

7 – Como higienizar meu brinquedo erótico?

Antes e depois de cada uso, é importante higienizar seu brinquedo. Nelly recomenda que você use água e sabão comuns, ou sabonete antisséptico.

Outra recomendação de higiene e segurança é nunca compartilhar seus brinquedos, nem mesmo com seu parceiro, e não usar o mesmo acessório para a vagina e para o ânus. Com informações do site Minha Vida.

https://www.minhavida.com.br/bem-estar/materias/34166-brinquedos-eroticos-7-perguntas-que-voce-precisa-se-fazer-antes-de-comprar

Imagem; reprodução

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.