Z1 Portal de Notícias
Site de notícias de indaiatuba e região.

Boca e River ficam no empate e campeão será definido no jogo de volta

3

Um dia após o planejado, Boca Juniors e River Plate entraram em campo para a disputa do jogo de ida da final da Copa Libertadores da América na Bombonera, que estava alagada no último sábado depois de muita chuva em Buenos Aires. o Superclássico terminou empatado em 2 a 2 neste domingo e a decisão do grande campeão da competição continental ficará para o segundo confronto entre os grandes rivais argentinos.

Ramon Ábila e Benedetto, que entrou no decorrer da partida, fizeram os gols da equipe xeneize, que ficou à frente no placar em duas oportunidades. Lucas Pratto e Izquierdoz contra anotaram os tentos dos Millonarios durante o movimentado duelo.

As duas equipes voltam a se enfrentar no dia 24 de novembro, às 18 horas (de Brasília), no estádio Monumental del Nuñez, para ver quem será o grande campeão.

Campeão será decidido no jogo de volta no Monumental del Nuñez (Foto: Alejandro Pagni/AFP)

O jogo

Jogando em casa, o Boca Juniors tentou pressionar nos primeiros minutos, contudo só teve mais posse de bola e não conseguir criar nenhuma grande oportunidade. A primeira grande chance foi do River Plate aos sete minutos. Em cobrança de falta pela direita, Gonzalo Martínez colocou no ângulo e Rossi defendeu. No escanteio, Lucas Martínez cabeceou e a bola passou muito perto.

Depois de um chute de longe aos dez, a equipe xeneize chegou aos 13. Ábila invadiu pela direita, saiu da marcação de Maidana, mas cruzou em cima da defesa e ficou reclamando de pênalti. A resposta dos Millonarios veio aos 15 minutos. Após cruzamento do lado direito, Borré cabeceou com muito perigo e Rossi fez mais uma grande defesa. No minuto seguinte, em contra-ataque, o cruzamento passou por toda área na frente do goleiro.

A primeira confusão da final aconteceu aos 22 minutos. Os jogadores ficaram no empurra empurra após lance na lateral, contudo ninguém foi penalizado e os ânimos foram acalmados rapidamente pela arbitragem.

Quando a partida estava ficando um pouco mais morna, o Boca Juniors conseguiu abrir o placar. Em jogada rápida e de troca de passes, Ábila recebeu na entrada da área, saiu da marcação e bateu. Armani defendeu como deu, ninguém chegou para afastar e o atacante completou para o gol.

Os comandados de Marcelo Gallardo conseguiram devolver logo em seguida. Aos 35, Gonzalo Martínez arrancou e lançou para Lucas Pratto, que entrou pelo lado direito da área e bateu cruzado para balançar as redes adversárias.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.