Z1 Portal de Notícias
Site de notícias de indaiatuba e região.

Balança comercial da RMC tem avaliação ambígua em 2019

Outro destaque é Indaiatuba, com US$ 264 milhões de déficit, mas que teve o terceiro maior volume de exportação da RMC: US$ 213 milhões. A cidade ficou atrás apenas de Campinas e Paulínia, líderes em todos os quesitos.

8

Com alta de 25% em relação a maio do ano passado, o resultado da balança comercial do quinto mês de 2019 na Região Metropolitana de Campinas marca também um déficit de US$ 3,6 bilhões no acumulado do ano.

Economista do Observatório PUC-Campinas, responsável pelo levantamento, Paulo Oliveira confirma que a avaliação é ambígua. Na opinião dele, a melhora atual se dá principalmente pelo índice ruim em maio de 2018.

A questão é que a sequência do mesmo mês desde 2009 indica que o penúltimo dado foi justamente o pior dos últimos 10 anos. Com isso, a conclusão é que a melhora precisa ser celebrada, mas com a devida moderação.

O saldo no ano foi de US$ 866 milhões negativos na região. Mas a pesquisa também aponta os resultados de cada município. Nos déficits, Paulínia lidera com US$ 989 milhões. E Campinas em segundo: US$ 839 milhões.

Neste último caso, no entanto, o montante é visto de forma positiva pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, André Von Zuben. Para ele, o maior volume de importações em Campinas indica sinais de retomada.

Outro destaque é Indaiatuba, com US$ 264 milhões de déficit, mas que teve o terceiro maior volume de exportação da RMC: US$ 213 milhões. A cidade ficou atrás apenas de Campinas e Paulínia, líderes em todos os quesitos.

O indicador também faz o secretário de Governo de Indaiatuba, Renato Stoch, ponderar e exaltar o perfil do município, sede de indústrias exportadoras que necessitam de peças, insumos e componentes para produção.

Entre as cidades com saldos positivos na balança em 2019, estão Santo Antônio de Posse, US$ 28,6 milhões, Cosmópolis, US$ 23,6 milhões, Pedreira, US$ 6,7 milhões, Engenheiro Coelho, US$ 3,2, e Nova Odessa, US$ 2,1 milhões.Com informações da CBN.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

UA-132776669-1