Z1 Portal de Notícias
Site de notícias de indaiatuba e região.

Araçariguama: Caso Vitória: seis meses após o crime, moradores fazem homenagens à adolescente

Estudante foi encontrada morta oito dias após desaparecer em Araçariguama, em junho. Três pessoas estão presas pelo crime.

45

A semana em que o assassinato de Vitória Gabrielly completou seis meses foi marcada por homenagens à memória e aos familiares da adolescente. A vítima foi encontrada morta no dia 16 de junho, oito dias após sair de casa para andar de patins em Araçariguama (SP).

O casal Bruno Marcel de Oliveira e Mayara Borges de Abrantes e o servente de pedreiro Júlio César Lima Ergesse foram presos pela Polícia Civil apontados como culpados pelo crime e aguardam julgamento. Duas audiências já foram realizadas sobre o caso, sendo uma em Mairinque e outra em São Roque.

Na época do crime, o sumiço da jovem reuniu uma força-tarefa de buscas de moradores na região. A família chegou a divulgar fotos e pedir ajuda nas redes sociais. Desde então, o caso que comoveu o país gera homenagens à família.

Faixa com desenho de Vitória foi fixada no estádio em Araçariguama — Foto: Arquivo pessoal

Faixa com desenho de Vitória foi fixada no estádio em Araçariguama — Foto: Arquivo pessoal

Segundo o pai de Vitória, Beto Vaz, dois times de futebol de Araçariguama fizeram um jogo comemorativo usando uma faixa com o rosto da jovem desenhado e a frase: “A princesa dos patins cor de rosa”.

“Foi uma homenagem linda e todos ficamos emocionados com a iniciativa”, conta.

Do outro lado de Araçariguama, no último local onde a menina foi vista, um artista plástico e web designer fixou três quadros produzidos em memória da vítima. O trabalho foi feito por Jack Ray Domingues, nascido em Londres e residente em São Roque.

Artista pintou quadros e fixou em muro perto do ginásio — Foto: Arquivo pessoal

Artista pintou quadros e fixou em muro perto do ginásio — Foto: Arquivo pessoal

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

UA-132776669-1