Z1 Portal de Notícias
Site de notícias de indaiatuba e região.

Allegri confessa que decisão de deixar Juventus partiu da diretoria

Massimiliano Allegri deu sua primeira entrevista após anúncio da Juventus de que ele não será mais o técnico da equipe na próxima temporada.

24

Emocionado, ele disse neste sábado, ao lado do presidente e sob a plateia recheada de jogadores, que sai com tranquilidade “após avaliação do clube”.

“Chegou a hora da separação, da melhor maneira. Conversamos, cada um deu sua opinião sobre o futuro e sobre o que falta para a Juve. O clube avaliou que era melhor eu não continuar como técnico”, disse Allegri em coletiva nesta manhã. “Vivo este momento com tranquilidade. Na vida profissional, há momentos em que a gente se separa. É algo fisiológico”.

Allegri, que tinha contrato até metade de 2020, chegou à Juventus em 2014 e, desde então, foi campeão italiano em cinco oportunidades. Ainda assim, não conseguiu levantar com a equipe o seu grande desejo: a Liga dos Campeões. Com a chegada de Cristiano Ronaldo em julho de 2018, o sonho parecia mais próximo, porém, a Juve, que chegou às finais de 2014/15 e 2016/17, caiu nas quartas para o Ajax e deu adeus mais uma vez ao título.

“Após a derrota para o Ajax, sinceramente acreditava que continuaríamos. Foi difícil entendermos juntos que chegou a hora de encerrar um dos ciclos mais extraordinários da história da Juve. (Andrea Agnelli) Como dirigente de uma empresa, é preciso saber tomar decisões nos momentos adequados. O futuro dirá se esta foi acertada”, concluiu.

Agnelli estava na coletiva e confirmou ter sido o responsável pela decisão de tirar o cargo do técnico. Allegri comandou a Velha Senhora na conquista de cinco Campeonatos Italianos consecutivos, quatro Copas da Itália e duas Supercopas.

Com informações da Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

UA-132776669-1