Indaiatuba

Vacina contra febre amarela está disponível em todas as unidades de saúde de Indaiatuba

Redação
Escrito por: Redação

A Prefeitura de Indaiatuba ampliou recentemente a abrangência da vacinação contra a febre amarela para todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Programa de Saúde da Família (PSF) do município. A cidade não é considerada área de risco para a doença, mas sim área ampliada, ou seja, próxima a município com epizootias (doenças em animais) confirmadas. Por esta razão a área de cobertura da vacinação foi sendo ampliada gradativamente.

Indaiatuba registrou este ano 11 notificações de casos suspeitos de febre amarela e todos foram descartados. Os dois casos notificados de epizootias (macacos encontrados mortos na divisa com Campinas) também foram descartados. Não há nenhum caso suspeito.

“Iniciamos a vacinação em abril priorizando as áreas rurais, já que o mosquito transmissor da doença vive em áreas de mata. Atualmente 150 mil pessoas já foram imunizadas em Indaiatuba, o que representa 62,60% da população. Nossa meta é chegar a 100%.”, explicou a diretora de Vigilância em Saúde, pertencente à Secretaria Municipal de Saúde, Rita de Cássia Jiampaulo Ferraz Vaz.

A dose será administrada respeitando o horário das salas de vacina de cada unidade de saúde e a previsão de disponibilização da vacina. Rita explica que as UBSs e PSFs têm autonomia para definir melhor dia ou período para a vacinação contra a febre amarela. “O frasco é multidoses e deve ser administrado logo após aberto, então, para evitar o desperdício, o ideal é concentrar um número maior de interessados nesta imunização em um único dia, por exemplo. Recomendamos que o cidadão se informe na sala de vacina de sua unidade de referência sobre o melhor dia par receber a imunização contra a febre amarela”, explicou. Para receber a imunização é necessário comparecer a uma unidade portando a carteirinha de vacinação.

Aqueles que irão viajar para áreas de risco e precisam do Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia deverão fazer a inscrição no site www.anvisa.gov.br/viajante e, posteriormente se dirigir ao Hospital Dia “Renato Riggio Júnior”, portando carteira de vacinação e documento com foto para receber a dose. O certificado será entregue no local.

A vacina não será administrada em pessoas que já receberam uma dose no passado, gestantes, crianças menores de 6 meses e mulheres que estão amamentando até os 6 meses do bebê. A vacinação nos idosos será mediante uma avaliação das condições de saúde. As pessoas que não podem receber a dose devem se proteger com o uso de repelentes e evitar as zonas de mata.

Com informações da Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Indaiatuba

Imagem de capa:

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: