Terrorismo

Sobe para 53 o número de mortos em ataque talibã contra polícia afegã

Redação
Escrito por: Redação

Pelo menos 53 pessoas morreram nesta terça-feira, entre elas 25 civis e sete criminosos, e outras 158 ficaram feridas em um ataque talibã contra uma instalação da polícia na província de Paktia, no leste do Afeganistão, confirmaram fontes oficiais.

O vice-ministro de Interior afegão, Muradali Murai, afirmou em uma coletiva de imprensa em Cabul que 21 membros das forças de segurança e 25 civis morreram no ataque, que deixou ainda 158 feridos, 110 deles civis que se encontravam no local.

O Ministério do Interior informou previamente que no ataque, em que também morreram os sete insurgentes, morreu o general Toryalai Abyani, chefe da polícia de Paktia.

O vice-ministro afirmou que o ministro, Wais Barmak, viajou para a área para conhecer em primeira mão a situação sobre o terreno.

O ataque aconteceu no quartel de Gardiz, capital de Paktia, e onde a polícia tem sua sede principal para as províncias de Paktia, Paktika, Khost e Logar, quando os insurgentes lançaram dois veículos-bombas contra uma das portas de acesso.

O porta-voz dos talibãs, Zabihullah Mujahid, reivindicou o ataque em um comunicado, em que confirmou que empregaram dois veículos cheios de explosivos no início da operação contra o quartel: um caminhão e uma viatura de polícia que tinham roubado antes.

.

Este mesmo quartel já foi alvo de um ataque talibã em junho deste ano, quando 11 pessoas morreram e 20 ficaram feridas em uma ação realizada por um grupo de seis talibãs.

Por outra parte, Murai indicou que na noite de ontem ocorreu outro ataque na província de Ghazni (leste) na qual morreram 25 membros das forças de segurança e outros 10 ficaram feridos em uma ação na qual também morreram cinco civis.

Nos últimos dois anos e meio, o governo afegão foi perdendo terreno perante os talibãs até controlar apenas 57% do país, segundo o inspetor especial geral para a reconstrução do Afeganistão (SIGAR) do Congresso dos Estados Unidos.

Segundo dados dessa mesma fonte, entre janeiro e novembro de 2016 pelo menos 6.785 membros das forças de segurança afegãs morreram e outros 11.777 ficaram feridos, em linha com o recrudescimento do conflito. Com informações da EFE

Imagem de capa:Local do atentado. EFE/ Ahmadullah Ahmadi

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: