Futebol Brasil

Sem pensar em futuro, Hernanes quer aproveitar fase como capitão e artilheiro

Redação
Escrito por: Redação

A boa fase do São Paulo pode ser atribuída a uma série de fatores. Porém um motivo em especial é indispensável para entender este novo momento no clube: Hernanes. Aos 32 anos, o volante, que acertou o seu retorno para o Tricolor Paulista no último mês de julho, assumiu a faixa de capitão da equipe e tem comandado o time desde que vestiu a camisa.

“Quando aconteceu aquele episódio do Pratto me dar a faixa de capitão eu não esperava. Sempre fui um cara na minha, tímido, não falava muito, tinha minha maneira particular de pensar, e às vezes era diferente da maior parte da galera. Sempre fui muito tranquilo. Fiquei meio curioso de ver como levaria ao assumir esse posto de capitão. Acho que com a braçadeira consigo ser diferente do que eu realmente sou para desempenhar corretamente a função de capitão. Consegui ter uma liderança que vem com experiência, idade, resultados, boas performances, dedicação aos treinos. Isso vale mais do que qualquer palavra, é o seu exemplo como profissional e apaixonado pelo futebol”, avaliou o atleta.

Desde o dia 29 de julho, quando marcou um gol em sua reestreia com a camisa do São Paulo na vitória por 4 a 3 sobre o Botafogo, o “Profeta” soma nove gols e três assistências em 16 partidas. A média de 0,56 gol por partida apresentada neste retorno é a melhor desde o início da carreira do jogador. Hernanes comemora o momento feliz que vem passando e explica os motivos que ajudam a explicar a sua fase de goleador.

“É muito legal quando você toma postura e as coisas acontecem no mesmo caminho. Na China, após me encontrar e tomar decisão de que, daquele momento em diante, eu entraria em campo para utilizar a minha melhor característica que é o chute. Queria entrar em campo para colocar isso para fora. Graças a Deus, em pênalti, falta, de alguma maneira, as coisas têm acontecido. É bacana ver esses resultados”, analisou o meia.

Se as atuações do jogador conseguiram trazer a tranquilidade para o torcedor são-paulino, existe um fator que ainda incomoda a torcida. Emprestado pelo Hebei Fortune até a metade da temporada do ano que vem, o jogador ainda não tem sua permanência garantida após este período. Apesar desta dúvida, Hernanes prefere aproveitar o bom momento no clube e não pensar no futuro.

“Nem penso em sair. Vocês pensam muito. Nem penso no futuro. Quando o momento é intenso, você não tem tempo para projetar, você vive. Não dá para fazer as duas coisas, ou você pensa ou você vive. Estou vivendo com intensidade, ainda não penso se o tempo é curto. Aproveito o momento, as coisas ainda estão começando a clarear, não podemos nos empolgar”, completou.

Na nona colocação, o São Paulo recebe a Chapecoense às 20h (de Brasília) da próxima quinta-feira, no estádio do Pacaembu, para se aproximar ainda mais de seu objetivo de 47 pontos e garantir a sua permanência na elite do futebol brasileiro  e até mesmo poder começar a sonhar com uma vaga para a próxima Copa Libertadores.

Imagem: Reprodução

Com informações da Gazeta Esportiva

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: