Z1 Cidades

Santa Bárbara d’Oeste: Em menos de cinco horas, policiais fazem parto na rua e salvam outro bebê engasgado

Redação
Escrito por: Redação
Equipe auxiliou uma mulher que dava à luz dentro do carro e, horas depois, foi à casa de outra mãe para desengasgar um recém-nascido de dois dias.

Os policiais militares Amilton Versano e Tiago Rodrigues socorreram uma grávida e realizaram o parto dentro de um carro em Santa Bárbara d’Oeste (SP). Quatro horas depois, eles salvaram a vida de um recém-nascido de dois dias que estava engasgado. Os casos ocorreram entre 23h40 de terça-feira (4) e 4h10 desta quarta (5).

Segundo Versano, por volta de 23h40, eles foram acionados para atender uma mãe que estava em trabalho de parto dentro de um carro na Rua Ana Nery. A mulher estava indo com a sogra para o hospital quando o bebê começou a nascer. A sogra parou o veículo em uma vaga na rua e chamou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e a Polícia Militar (PM).

“Chegamos no local, encontramos mãe já em trabalho de parto, fizemos a retirada da criança e a desobstrução das vias respiratórias”, lembrou o policial, que atua no 19º Batalhão da PM do interior. Os policiais esperaram o Samu chegar para cortar o cordão umbilical e encaminhar a mãe para a maternidade.

“A gente sempre sonha em ter um parto para auxiliar, é uma coisa muito bonita”, disse o cabo da PM. Segundo ele, a mãe permaneceu calma durante o procedimento, o que facilitou o trabalho.

Recém-nascido engasgado

Depois, às 4h10, novamente a Central de Operações da PM (Copom) solicitou uma equipe para atender uma família. Uma menina de dois dias de idade estava engasgada e foi socorrida pela dupla. O policial relembra que os pais estavam desesperados quando a equipe chegou.

“A criança estava no colo da avó sem respirar, fizemos a manobra para desobstruir as vias respiratórias e ela logo deu um sorriso e voltou para a mãe, animada”, disse. Ele afirma que os pais não souberam dizer com o que a recém-nascido engasgou.

Imagem:  Reprodução / Osni Martins/Polícia Militar

Com informações do G1

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: