Futebol Internacional

Roma dá show, vence Chelsea e assume liderança; Atlético empata e se complica

Redação
Escrito por: Redação

O Chelsea poderia ter garantido a vaga para as oitavas de final da Liga dos Campeões, porém foi surpreendido por uma noite inspirada da Roma. Na quarta rodada da fase de grupos, os italianos deram um show e venceram com categoria por 3 a 0, com ótimas atuação de El Shaarawy e do goleiro brasileiro Alisson. Com o resultado, assumiram a liderança do grupo D, com oito pontos, enquanto o Chelsea fica com sete, na vice-liderança. A situação dos ingleses só não ficou pior, porque no outro confronto da chave, o Atlético de Madrid empatou em casa com o lanterna Qarabag por 1 a 1, se complicando na busca pela vaga nas oitavas.

Assim, o grupo se encaminha para uma disputa entre os italianos e os ingleses pela definição do primeiro e segundo lugar. Na próxima rodada, o Chelsea visita o Qarabag e o Atlético de Madrid recebe a Roma.

A partida começou alucinante. Logo no primeiro lance, Pedro teve uma boa chance, mas o chute acabou saindo fraco e Alisson, um dos destaques do confronto, defendeu sem problemas. Na sequência, com menos de um minuto de jogo, a Roma abriu o placar com um golaço de El Shaarawy. Kolarov lançou Dzeko na entrada da área, e o bósnio escorou para trás. O egípcio pegou de primeira e, de trivela, mandou uma bomba de fora da área, sem chances para Courtois.

O gol saiu aos 38 segundos e é o mais rápido da história da Roma na Liga dos Campeões. Há cinco anos alguém não balançava as redes tão rápido, desde Wilshere (27 segundos) em novembro de 2013.

A intensidade do jogo não diminuiu e Hazard teve a chance de empatar, aos três minutos, após invadir a área, mas o goleiro brasileiro defendeu com tranquilidade. O Chelsea tocava a bola na entrada da área, mas não conseguia ameaçar a Roma, que marcava bem. Aos 19 minutos, Alisson fez mais uma boa defesa após Hazard receber dentro da área, cortar para direita e chutar no gol.

Aos 25, Kolarov quase complica para a Roma. O sérvio tentou sair jogando, mas carimbou a bola em Pedro. Morata ficou cara a cara com Alisson, mas acabou isolando. Dez minutos depois, El Shaarawy de novo amplia o placar na Itália. Do meio de campo, Nainggolan tentou o lançamento, Rudiger, ex-Roma, vacilou falhou ao não cortar e o egípcio saiu cara a cara com Courtois. Com um toque, ele deslocou o goleiro e mandou para o fundo das redes.

Aos 42, o Chelsea ainda tentou diminuir a diferença com uma bomba de Fàbregas, para grande defesa de Alisson.

Na volta do intervalo, a Roma voltou melhor e dominou a partida a partir de então. O Chelsea não conseguiu se encontrar no segundo tempo e mal levou perigo ao gol de Alisson.

Aos sete minutos, Dzeko recebeu de El Shaarawy na entrada da área e soltou a bomba. A bola passou sobre o gol de Courtois, com bastante perigo. Aos 16 minutos da segunda etapa, Perotti amplicou ainda mais o marcador. Fábregas errou o passe na saída de bola, Kolarov a roubou e avançou para o ataque até tocar para o argentino. Ele avançou e chutou rasteiro no canto, sem chances para goleiro belga.

A Roma não parecia satisfeita com o resultado e quase marcou o quarto. Aos  21, Dzeko foi lançado em contra-ataque e, marcado por três, tocou na medida para Perotti. Completamente sozinho na área, ele mandou para fora e perde uma grande de chance de arrematar a vitória.

Dez minutos depois, Courtois brilhou. Naingoolan cruzou para o meio da área do Chelsea, e Manolas cabeceou em cima do belga, que, à queima-roupa, impediu a goleada da Roma.

Atlético de Madrid empata em casa com Qarabag e se complica

A situação do Atlético de Madrid segue complicada. O time espanhol recebeu em seu novo o estádio, Wanda Metropolitano, o lanterna Qarabag e, depois de sair atrás no placar, conseguiu arrancar um empate por 1 a 1. Com o resultado, a equipe de Simeone vai a três pontos e, matematicamente segue com chances de classificação, enquato o time do Azerbaijão dá adeus à competição.

O gol do Qarabag saiu ainda no primeiro tempo. Aos 40 minutos, Wilde-Donald Guerrier bateu escanteio e Michel, sozinho, subiu mais alto para cabecear para o fundo do gol. O empate veio aos 11 da segunda etapa. Thomas dominou o passe de Antoine Griezmann e disparou uma bomba à longa distância: 1 a 1.

Na sequência,  o brasileiro Pedro Henrique foi expulso, deixando o time azeri com um homem a menos e, mesmo assim, os espanhois não conseguiram a virada e ainda viram Savic receber também o cartão o vermelho.

Na próxima e penúltima rodada, o Atlético, além de precisar vencer, terá que torcer para o Chelsea não ganhar do Qarabag, caso contrário, estará eliminado.

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: