Justiça

Roger Abdelmassih tem prisão domicilar revogada e volta para a cadeia

O motivo pelo qual a juiza determinou a revogação é que o estado de São Paulo rompeu contrato com uma empresa que fornecia tornozeleiras eletrônicas.

história do ex-médico Roger Abdelmassih, de 73 anos, condenado a 181 anos de prisão pelo estupro de dezenas de pacientes, ganhou mais um capítulo nesta sexta-feira (11). A prisão domiciliar de Abdelmassih foi revogada pela juíza de direito Sueli Zeraik de Oliveira Armani. As informações são do O Globo.

A decisão da magistrada determinou que o médico seja transferido do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, para o Centro Hospitalar do Sistema Penitenciário do estado. Há cinco dias, ele estava se tratando de uma infecção e teria alta ainda hoje.

“Tendo em vista que a utilização de tornozeleira eletrônica foi uma das condições estabelecidas para a prisão domiciliar concedida ao sentenciado, fica prejudicada, ao menos neste momento, a manutenção da mesma”, escreveu a magistrada na decisão desta sexta. O fato deve-se ao rompimento do estado com uma empresa que fornecia tornozeleiras eletrônicas.

De acordo com a decisão da juíza, Abdelmassih deverá ficar na unidade até “que se ateste sua condição física para retornar à unidade prisional de origem, como de rigor”.

Imagem: Reprodução

Com informações do Notícias ao Minuto

Redação Z1

Redação Z1

Adicionar comentário

Clique aqui para deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tempo em Indaiatuba

Prime Tile – Pisos e Revestimentos

Pet Pekin – Banho e Tosa – Tel: (19) 3935-6877 | 9.9510-3920 / 9.9986-2155

Horóscopo

Brasileirão Série A – 2017

Cotação do Dólar