Futebol Internacional

Messi mostra arrependimento por ‘abandono’ à seleção argentina

Redação
Escrito por: Redação

Lionel Messi foi o principal jogador da Argentina na vitória sobre a Rússia, no amistoso de ontem, em Moscou. Após o confronto, o camisa 10 falou à imprensa e se mostrou arrependido por ter anunciado o fim de sua passagem pela seleção após a derrota na Copa América de 2016, em que o capitão desperdiçou um pênalti na decisão que deu o título ao Chile.

“Tomei a decisão no calor do momento, mas tive vergonha em dizer que queria voltar”, admitiu o meia, que voltou atrás em sua decisão, anunciando que voltaria a jogar pela Albiceleste, para o alívio do povo argentino.

Messi convive com o trauma de não ter vencido um título sequer pela Argentina. A derrota para o Chile havia sido o quarto vice-campeonato consecutivo da seleção e as críticas voltaram a cair sobre suas costas, sobretudo por aparentemente não jogar na equipe nacional o mesmo futebol apresentado no Barcelona.

“Não passamos outra vez nos pênaltis. É a terceira final seguida. Nós buscamos, tentamos. É difícil, o momento é duro para qualquer análise. No vestiário pensei que acabou para mim a seleção, não é para mim. É o que sinto agora, é uma tristeza grande que volto a sentir. Foram quatro finais, infelizmente não consegui. Era o que mais desejava. É para o bem de todos. Por mim e por todos. Muitos desejam isso. Não se conformam com chegar a final, nós também não nos conformamos”, disse o craque à TyC Sports, no dia 27 de junho de 2016.

Mais de um ano depois, Messi e a Argentina estão novamente classificados para a Copa do Mundo, que será disputada na Rússia, em 2018. A possibilidade de escrever história e se consagrar de vez como um dos maiores, se não o maior, de todos os tempos volta à tona, e o camisa 10 garante estar com a consciência muito mais tranquila em relação a isso. “Aproveito cada momento, dentro e fora de campo. Estou vivendo este momento com a seleção de maneira diferente”, assegurou.

Albiceleste volta a campo nesta terça-feira, em amistoso contra a Nigéria, em Krasnodar, Rússia. O único meia a atuar os 90 minutos diante dos russos, Messi não estará à disposiçãode Jorge Sampaoli para o jogo, já que foi poupado e, inclusive, já viajou a Barcelona para retomar os trabalhos no time azul-grená.

Imagem: Reprodução / Kirill Kudryavtsev/AFP

Com informações da Gazeta Esportiva

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: