Indaiatuba

Indústria, comércio e serviços lideram geração de empregos na microrregião de Campinas; inclusive Indaiatuba, aponta Caged

Redação
Escrito por: Redação

Os setores de indústria de transformação, comércio e serviços foram os responsáveis pelo saldo positivo na geração de empregos com carteira assinada em setembro na microrregião de Campinas (SP). Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Os três setores criaram, juntos, 1.739 postos de trabalho em setembro. O saldo do mês ficou positivo em 1.695 vagas, já que outras áreas, como construção civil, agropecuária e de serviço industrial de utilidade pública, fecharam no “vermelho”.

A indústria de transformação foi o ramo que mais gerou vagas no período, com 809 empregos com carteira assinada. Logo atrás está o setor de serviços, com 728 postos, e comércio, com 202 vagas de trabalho criadas em setembro.

Geração de empregos com carteira assinada na microrregião de Campinas
Dados referentes ao mês de setembro/2017
Postos de trabalho-2-2809809-46-46-27-272022027287286868-37-37Extrativa mineralIndústria de Transfo…Serviço Industrial d…Construção CivilComércioServiçosAdministração Públ…Agropecuária, Extra…01000-250250500750
Fonte: Caged/MTE

Entre os setores analisados pelo Caged, o de administração pública também registrou criação de postos de trabalho em setembro. Foram 68 vagas com carteira assinada.

Além de Campinas, a microrregião é composta por outros 15 municípios: Americana, Cosmópolis, Elias Fausto, Holambra, Hortolândia, Indaiatuba, Jaguariúna, Monte Mor, Nova Odessa, Paulínia, Pedreira, Santa Bárbara d’Oeste, Sumaré, Valinhos e Vinhedo. Com informações do G1

Imagem de capa:Reprodução

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: