Indaiatuba

Indaiatuba recebe maior nota no índice de efetividade da Gestão Municipal do TCESP

Redação
Escrito por: Redação

Indaiatuba novamente é destaque no Estado de São Paulo e faz parte de um grupo seleto de cidades que alcançaram o maior IEG-M (Índice de Efetividade da Gestão Municipal), indicador criado pelo TCESP (Tribunal de Contas do Estado de São Paulo) que mede a eficiência das prefeituras paulistas. Os dados, consolidados a partir de informações de 2016, foram divulgados na segunda-feira (9) pelo presidente do TCE, Sidney Beraldo. Indaiatuba foi classificada com IEG-M muito efetivo, com nota B+.

No histórico do IEG-M, Indaiatuba se manteve com nota B+ desde 2015. Para o prefeito de Indaiatuba, Nilson Gaspar (PMDB), esse é um indicativo de estabilidade governamental e mostra que o município está na direção certa do desenvolvimento. “Queremos sempre evoluir e é como eu costumo dizer, se está bom, podemos melhorar ainda mais. Na avaliação do ano passado alcançamos nota A em Educação e Saúde, e agora já conseguimos a nota máxima em cinco áreas. Esse avanço comprova que nosso trabalho é sério, planejado e focado no desenvolvimento de Indaiatuba com qualidade de vida para a população. Quero parabenizar todos nossos colaboradores, pois ninguém faz nada sozinho e isso também é fruto de uma boa equipe que está sincronizada com a administração e dedicada ao trabalho”, avalia Gaspar.

Lançado em 2015, o IEG-M avalia sete áreas públicas: Educação, Saúde, Planejamento, Gestão Fiscal, Meio Ambiente, Proteção aos Cidadãos (quesitos ligados à área da Defesa Civil) e Governança de Tecnologia da Informação. A combinação das análises desses sete índices temáticos busca avaliar, ao longo do tempo, se a visão e objetivos estratégicos dos municípios foram alcançados de forma efetiva e, com isso, oferecer elementos importantes para auxiliar e subsidiar tanto a ação fiscalizatória exercida pelo Controle Externo como também da sociedade, além de servir como parâmetro para a tomada de decisão dos gestores públicos.

A partir desse levantamento, os municípios são classificados em faixas de resultado: altamente efetiva (A), muito efetiva (B+), efetiva (B), em fase de adequação (C+) e baixo nível de adequação (C). Exceto pela capital, foram analisadas todas as demais 644 cidades do Estado.

Das sete áreas de avaliação, Indaiatuba ficou com nota A “Altamente Efetiva” em cinco, sendo: Educação (i-educ), Saúde (i-saúde), Meio Ambiente (i-amb), Proteção aos Cidadãos (i-cidade) e Governança de Tecnologia da Informação (i-govTI).

Apenas 73 cidades do Estado de São Paulo foram avaliadas com nota B+ (muito efetiva), na RMC (Região Metropolitana de Campinas) apenas Indaiatuba, Vinhedo e Morungaba foram avaliadas como muito efetiva. Não houve municípios classificados na faixa de resultados A (altamente efetivo).  Com avaliação B (efetiva) foram 399 cidades; com nota C+ foram 119 cidades e 53 ficaram com a menor avaliação, C.

Com informações da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Indaiatuba

Imagem de capa: Reprodução

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: