Futebol Brasil

Galiotte admite erros, mas promete Palmeiras “muito forte” em 2018

Redação
Escrito por: Redação

A primeira temporada de Maurício Galiotte como presidente da Sociedade Esportiva Palmeiras será marcada pela troca de treinadores. Após as passagens de Eduardo Baptista e Cuca, o dirigente admitiu que a diretoria cometeu equívocos, mas prometeu um time forte para a próxima 2018.

“É claro que tivemos erros. Se não, teríamos conseguido títulos e não estaríamos aqui falando sobre a saída de um técnico. Sem dúvida, tivemos erros e a troca de treinadores não é parte da nossa filosofia. Porém, em algumas situações, somos obrigados a agir”, afirmou.

Com a saída de Cuca, confirmada na última sexta-feira, Mano Menezes, do Cruzeiro, é o favorito para assumir o Palmeiras a partir da próxima temporada. Galiotte evitou falar sobre a chance de contratar o técnico do time mineiro, mas prometeu tempo para trabalhar.

“Nossa ideia é que, quanto mais tempo o técnico tem para treinar, maior são as chances de conseguir resultados. Porém, não existe uma receita pronta, que você usa e dá resultado imediato. Por isso, em alguns momentos são necessários ajustes e é isso que estamos fazendo agora”, declarou.

Embora tenha reconhecido que a diretoria cometeu erros no planejamento, Maurício Galiotte preferiu não especificá-los. E prometeu uma equipe em condições de brigar por títulos em 2018, na segunda temporada de sua gestão como presidente do Palmeiras.

“Temos um grupo campeão brasileiro, com alguns reforços importantes. Entendo que é um elenco de muito potencial. Nesse ano, não conseguimos títulos. Agora, vamos trabalhar para conseguir em 2018. O Palmeiras vem muito forte”, projetou Galiotte.

 Com informações da Gazeta Esportiva
Imagem de capa:Djalma Vassão/Gazeta Press)

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: