Mundo

EUA testam arma hipersônica ‘capaz de atingir qualquer lugar em 1h’

Redação
Escrito por: Redação
Armamento não é nuclear, mas seria alvo complicado para sistemas antimísseis.

Marinha dos Estados Unidos realizou um teste de uma tecnologia para transportar ogivas convencionais a velocidades de pelo menos Mach 5 (cerca de 6 mil km/h). O teste do míssil convencional de ataque rápido foi publicado pelo jornal Popular Mechanics.

O lançamento foi realizado em 30 de outubro passado, no polígono militar do Havaí, no âmbito do desenvolvimento de armas hipersônicas capazes de transportar ogivas convencionais “para qualquer local da Terra em uma hora”, segundo afirmou o Serviço de Investigação do Congresso dos EUA, informa o RT.

Se apoiado pelo Pentágono, o armamento complementaria as forças de dissuasão nuclear dos EUA. “Tenho orgulho de reportar sobre o primeiro míssil de ataque rápido convencional que poderia ser lançado a partir de submarinos de mísseis da classe Ohio”, declarou ao portal USNI News o vice-almirante Terry Benedict, que é chefe do Programa de Sistemas Estratégicos da Marinha dos EUA.

A arma testada pela Marinha utiliza a tecnologia ‘boost-glide’ ou seja, é lançada em primeiro lugar por um grande foguete, como se fosse um míssil balístico, mas após atingir um nível determinado, não continua subindo em direção à atmosfera mas começa a deslizar, avançando em direção ao alvo em velocidade hipersônica. É muito difícil rastrear a sua trajetória, por isso é um alvo complicado para os sistemas antimísseis.

Os EUA não são os únicos a desenvolver armas hipersônicas. A China também realizou vários ensaios da sua arma hipersônica DF-ZF, enquanto o análogo russo Yu-71 possui uma ogiva capaz de acelerar uma velocidade de Mach 10 (mais de 11 mil km/h) e realizar manobras ao mesmo tempo.

Imagem: Reprodução

Com informações da Sputnik News Brasil.

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: