Futebol Internacional

Com vantagem, Suíça segura empate e se garante na Copa do Mundo

Gilson Azevedo
Escrito por: Gilson Azevedo

Neste domingo mais uma seleção conseguiu classificação à Copa do Mundo da Rússsia 2018. Depois de vencer fora de casa por 1 a 0, a Suíça segurou a Irlanda do Norte diante dos seus torcedores e com o empate por 0 a 0 garantiu vaga à fase de grupos do Mundial. O segundo jogo, entretanto, não foi nada fácil para os suíços, que encontraram pela frente um adversário muito organizado e com a proposta de jogo muito bem definida. O confronto ficou aberto durante os 90 minutos, com chance de gol para ambos os times.

Na reta final, a equipe mandante se fechou na defesa e deixou os contra-ataques como sua principal arma, enquanto sofria pressão dos norte-irlandeses, que assustavam nas bolas aéreas. Depois de 180 minutos e um placara agregado de 1 a 0, a Suíça é a 27ª seleção a garantir vaga na Copa do Mundo.

Com a classificação, os suíços vão ao quarto Mundial consecutivo. Com campanhas regulares em 2006, 2010 e 2014, o time comandado por Vladimir Petkovic alimenta esperanças de conseguir um lugar convincente, depois de ficar em segundo lugar no grupo das Eliminatórias, que terminou com Portugal na liderança.

O JOGO

Suíça e Irlanda do Norte proporcionaram um grande primeiro tempo, com grandes oportunidades, competitividade e chances claras de gol, principalmente para o time da casa, que tinha a vantagem do primeiro jogo, após triunfo por 1 a 0. Entretanto, quem começou assustando foram os visitantes, com duas tentativas logo nos dois primeiros minutos. Primeiro, dois atletas apareceram em boas condições de completar um cruzamento, mas dividiram a mesma bola e perderam grande chance. Logo em seguida, Brunt pegou de fora da área e acertou o ângulo de Sommer, que foi buscar e fez grande intervenção.

Precisando do resultado, a Irlanda do Norte começou pressionando a saída de bola e tentando o gol logo nos primeiros minutos. Antes encurralada, a Suíça começou a se soltar e, aos poucos, retomou o controle do jogo. Aos quatro minutos, Shaqiri fez ótima jogada pela linha de fundo e cruzou para Seferovic. O atacante subiu sozinho, mas pegou mal e mandou para fora.

Depois dos 10 primeiros minutos o time da casa teve amplo domínio das ações e correu poucos riscos defensivamente. Sem conseguir infiltrar, as chances da Irlanda do Norte eram apenas por meio dos chutes de longa distância.

Aos 24 minutos a Suíça teve mais uma chance. Shaqiri chegou pela lateral e bateu rasteiro para grande defesa de Mc Govern. Quatro minutos depois, Zuber recebeu grande passe pelo lado esquerdo do ataque e bateu firme. o goleiro da Irlanda do Norte teve de evitar com os pés o que poderia ser o primeiro gol suíço.

A segunda etapa seguiu a mesma tendência da primeira, principalmente nos minutos iniciais. Porém, quem começou pressionando foi a Suíça, que chego logo no primeiro minuto com Zuber, que teve chute desviado, e com Ricardo Rodríguez logo em seguida. O lateral pegou bem de longe e a bola passou muito perto da trave adversária.

As propostas para o segundo tempo estavam bem definidas. Enquanto os suíços tentavam ficar com a bola e chegar ao ataque por meio das bolas aéreas e jogadas pelos flancos, a Irlanda do Norte tinha nos contra-ataques sua principal arma para buscar a classificação. Dessa forma, os visitantes chegaram aos 11 minutos com Washington, que cabeceou para fora.

Aos poucos, o que se viu foi uma mudança de postura da Irlanda do Norte, que precisava de um gol para manter esperanças de ir à Copa do Mundo. Por meio dos cruzamentos e das bolas para área criava chances de perigo ao goleiro Sommer. Aos 38 Seferovic teve a chance mais clara de garantir o triunfo a Suíça, mas perdeu o gol cara a cara com o goleiro.

Nos acréscimos, a Irlanda do Norte foi com todos para o ataque e abusou dos lançamentos para área na tentativa do gol salvador. Já nos acréscimos, Sommer saiu mal do gol e Ricardo Rodríguez evitou o tento que deixaria o confronto indefinido, tirando o cabeceio em cima da linha. Com informações da Gaeta Esportiva.

Imagem de capa:Fabrice COFFRINI/AFP

Sobre o autor

Gilson Azevedo

Gilson Azevedo

Simplesmente apaixonado por boteco.
Contato: [email protected]

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: